Entretenimento

Ator de ‘Riverdale’ confessa assassinato da mãe e pode pegar prisão perpétua

Ryan Grantham disse ainda que tinha orquestrado um plano para matar o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau.

Ryan Grantham, ex-ator de ‘Riverdale’, se declarou culpado de assassinar sua mãe, Barbara Waite, em abril de 2020 e confessou que planejava dirigir até Ottawa para matar o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau. O ator de 24 anos será julgado pelo Supremo Tribunal da Colúmbia Britânica.

Ryan Grantham, apareceu em um episódio de Riverdale de 2019. Ele interpretou Jeffery Augustine no episódio ‘Chapter Fifty-Eight: In Memoriam’.

O jovem se declarou culpado pelo assassinato da própria mãe e confessou ter planejado viajar até Ottawa com várias armas na intenção de matar Justin Trudeau, conforme informações da CBC. Grantham agora enfrenta uma sentença de assassinato em segundo grau, que pode levá-lo à prisão perpétua.

Barbara Waite foi alvejada na nuca enquanto tocava piano em casa em março de 2020. Antes de realizar o ato, Grantham praticou como mataria sua mãe e filmou um vídeo em que confessa o assassinato e mostra o corpo de sua mãe. Esse vídeo foi revelado pelos promotores de acusação no tribunal na última segunda-feira, 13.

Para o assassinato do primeiro-ministro canadense, Grantham teria levado “três armas, munição, 12 coquetéis molotov, suprimentos de acampamento e um mapa com instruções” em sua viagem para assassinar Trudeau.

Grantham supostamente teria assassinado sua mãe para impedi-la de testemunhar a violência que ele planejava cometer, de acordo com relatórios psiquiátricos compartilhados na audiência, novamente pela CBC. Um promotor alegou que o ator estava passando por uma depressão severa e pensamentos de violência contra si mesmo e outros.

Ele já apareceu também na série ‘Supernatural’.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos