Pai diz a revista que Prior ainda não foi intimado sobre acusações de estupro

Por Angela Correa

Após acusações de tentativa e estupro divulgadas nesta sexta-feira (3), o arquiteto Felipe Prior, que foi eliminado nesta semana no "Big Brother Brasil 20", ainda não se manifestou oficialmente sobre os relatos que três mulheres deram à revista Marie Claire. A única pessoa da família a declarar algo foi o pai do ex-BBB, Edmir Prior. "Não tenho nada a falar, não estou sabendo", disse ele à revista Quem.

"Não garanto nada quanto às acusações porque para nós familiares isso não diz nada. Nunca recebemos intimação ou manifestação alguma legal. Só vou poder falar quando ele receber a intimação", disse Edmir.

O pai de Felipe, no entanto, diz que o rapaz tem sido alvo de calúnias. "Desde que ele entrou no programa está sofrendo esse tipo de calúnia de pessoas querendo acabar com a imagem dele", afirmou ele

O caso Prior

Na manhã desta sexta-feira (3), a revista Marie Claire trouxe o depoimento de três mulheres que denunciam o ex-participante do "Big Brother Brasil 20" por tentativa e estupro. Os casos teriam ocorrido durante os jogos universitários de arquitetura e urbanismo de São Paulo.

Prior, que foi estudante do Mackenzie, em São Paulo, continuou frequentando os jogos mesmo após a formatura e, após denúncias, foi banido em outubro de 2018.

Loading...
Revisa el siguiente artículo