logo
Colunistas
Colunistas 04/08/2021

Série Genera+ion fala à geração Z com propriedade

Um dos principais lançamentos da HBO Max neste ano, Genera+ion se destaca por conciliar a gravidade e a zombaria do que é ser adolescente – e preocupar-se com questões que muitas vezes vão soar prosaicas depois, quando se alcança a vida adulta. A série, que chegou ao Brasil no último dia 29 com todos os 16 episódios da primeira temporada, nunca se afasta demais do humor, mas sabe que é preciso falar sério quando o assunto é, por exemplo, sexualidade ou saúde mental. Em 16 episódios, a turma quase inteiramente queer de protagonistas passa por batalhas internas silenciosas que eventualmente explodem em atos impensados, lutando contra a incompreensão de um mundo despreparado para receber uma geração com uma mentalidade tão diferente. Parte dessa perspectiva afiada se deve ao envolvimento de Zelda Barnz, que cocriou a série com o pai, Daniel Barnz. A roteirista, de 19 anos de idade, entende os seus personagens da geração Z melhor do que qualquer escritor de 30 ou 40 jamais poderia entender, e Genera+ion é melhor por causa disso. Também dela, provavelmente, vem o entendimento das identidades dos personagens, líquidas, mas afirmadas sempre com certeza inabalável. Para os jovens de Genera+ion, rótulos de sexualidade, gênero e até raça existem como uma espécie de orientação para o mundo externo, como realidade social, nunca como evangelho emocional. São personagens  que não rejeitam essas identidades, mas tampouco as veem como imutáveis.Genera+ion faz ver a beleza dessa mentalidade sem esconder nem espetacularizar os sofrimentos únicos que essa geração enfrenta – em parte por causa dessa tão discutida liquidez.

FRASE DA SEMANA

“Eu passei por algumas dificuldades na saúde mental depois de Game of Thrones e durante o fim da série, para ser honesto. Acho que foi diretamente ligado à natureza do programa e ao que eu vinha fazendo há anos. Fiz uma pausa depois para realmente me concentrar em mim mesmo. Estou muito feliz por ter feito isso”

O ator Kit Harington, o Jon Snow, fala sobre seu estado emocional ao final da série de TV

NERDÔMETRO

Sobe

Terra-média – A Amazon finalizou a gravação da temporada 1 da série de TV de O Senhor dos Anéis, e marcou a estreia para setembro de 2022

Desce

Marvel animada – Por conta da pandemia, a série What If?, que estreia dia 11 no Disney+, terá nove episódios, um a menos do que o planejado originalmente