Ciência e Tecnologia

Previsão de cientistas sobre o futuro da Terra não é nada boa para os humanos

Previsão de cientistas sobre o futuro da Terra não é nada boa para os humanos

Pangea Ultima seria o novo supercontinente
Pangea Ultima seria o novo supercontinente Pangea Ultima seria o novo supercontinente (Reprodução)

ANÚNCIO

Um grupo de cientistas fez uma previsão completamente desanimadora para o futuro do Planeta Terra. Com a crise climática se intensificando cada vez mais, é possível que os continentes voltem a sua ‘condição original’, formando um único supercontinente.

ANÚNCIO

Segundo publicado no portal Um Só Planeta, a previsão é um alerta gerado a partir da pesquisa “Climate Extremes Likely to Drive Land Mammal Extinction During Next Supercontinent Assembly”, publicada na revista científica Nature e desenvolvida por pesquisadores do Reino Unido, Suíça e EUA.

Acredita-se que o fenômeno deve ocorrer em aproximadamente 250 milhões de anos, determinando a extinção da vida na Terra com uma ‘nova Pangeia’, fazendo com que a possível nova era fosse batizada de ‘Pangea Ultima’.

Por conta das mudanças intensas no clima do planeta, é esperado que a esta altura a temperatura média do globo seja 30ºC mais alta do que o registrado nos últimos anos, se assemelhando ao período Permiano-Triássico, que ocorreu há 260 milhões de ano e causou a erradicação de 90% das espécies.

Impactos para os seres humanos

Com o aumento da temperatura e as mudanças de configuração na estrutura do planeta, acredita-se que os impactos para a raça humana seriam devastadores.

Uma vez que as temperaturas aumentam de forma significativa, a agricultura e a pecuária serão impactadas de forma permanente. Mas, para chegar até lá, primeiro será necessário superar obstáculos que se apresentam nos dias atuais, como a crise climática.

Leia também: Inteligência artificial ajuda na prevenção de grandes incêndios florestais

ANÚNCIO

Segundo Alexander Farnsworth, pesquisador da Universidade de Bristol, as condições climáticas da Terra são responsáveis por determinar a espécie dominante no planeta, e isso deve ser considerado e repensado pelos seres humanos que hoje ocupam esta posição.

“A Terra tem um ambiente muito mutável. Os humanos têm muita sorte com o que temos agora e não deveríamos forçar o nosso próprio clima para além do ambiente mais frio através do qual evoluímos. Somos a espécie dominante, mas a Terra e seu clima decidem quanto tempo isso vai durar”.

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias