Ciência e Tecnologia

Inteligência Artificial: 17 médicos erraram, mas ChatGPT acerta diagnóstico de criança com dores crônicas

Cansada de vagar de consultório em consultório sem resultado, mãe resolve usar IA e consegue descobrir doença do filho

ChatGPT

Após três anos de dores crônicas e visitas a dezessete médicos diferentes, um menino de 7 anos conseguiu um diagnóstico que possibilita trata de sua enfermidade, mas a resposta não veio da equipe médica, mas sim de uma consulta ao sistema de inteligência artificial usado pelo Chat GPT, segundo site americano Today.com.

Alex começou a sentir dores crônicas com quatro anos e tinha que tomar analgésicos todos os dias, segundo sua mãe, para suportar o dia, mas ele passou a ficar mal-humorado, cansado e com acessos de raiva. Ele passou ainda a arrastar o pé esquerdo ao andar e sentia fortes dores de cabeça.

Alex passou por dentistas, neurologistas, otorrinos e outros especialistas, mas ninguém conseguia apontar uma solução para os sintomas e sua mãe notou ainda que ele parou de crescer.

Inteligencia Artificial

Sem saber mais a quem recorrer, a mãe decidiu jogar todos os sintomas no ChatGPT e ver o que a IA diria, mas também sem muita esperança de conseguir qualquer resultado. Ela jogou as informações e dois dados das ressonâncias magnéticas e outros exames que o garoto havia realizado ao longo dos anos e imediatamente recebeu o diagnóstico.

LEIA TAMBÉM: Inteligência Artificial prevê como Elvis Presley seria se ele estivesse vivo hoje

A ferramenta capaz de gerar textos a partir de consulta de fontes na internet apontou que a origem das dores de Alex, um garoto que vive nos Estados Unidos, era não uma, mas duas malformações de nascença, conhecidas como espinha bífida e síndrome da medula ancorada, que impedia seu crescimento.

O diagnóstico foi validado por especialistas e Alex foi submetido a uma cirurgia para corrigir a medula e está se recuperando com sucesso, para alegria do garoto e sua mãe e temor da comunidade médica, que vê uma concorrência desleal com o uso da IA.

LEIA TAMBÉM: Sam Altman tem um plano de ação para o futuro da Inteligência Artificial e do emprego

Entretanto, ferramentas de inteligência artificial já tem sido usadas para diagnósticos médicos e um estudo demonstrou que sua taxa de acerto é incrivelmente alta, atingindo 72% de eficiência.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos