Social

Mulher afirma não querer que seu bebê fique sozinho com a avó e revela verdadeiro motivo: ‘Ultrapassando limites’

Após limitação em relação ao neto, a mãe cessou o contato com a filha.

rep

Uma mulher, de 23 anos de idade, usou o Reddit para desabafar sobre ter limitado o contato de seu bebê com a avó. De acordo com a autora do relato, sua mãe ultrapassou os limites, sendo necessário criar novas restrições. Ao revelar o motivo, ambas se desentenderam.

“Meu marido e eu demos as boas-vindas ao nosso bebê em setembro do ano passado. Mudamos da cidade natal dele para a minha (em janeiro) na esperança de economizar para comprar uma casa. Fomos morar com minha mãe, algo com o qual ela concordou com muito entusiasmo”, iniciou o texto na rede social, por meio do usuário u/SatisfactionOk7409.

“Ao longo de nossos meses, [minha mãe] ficou um pouco estranha. Verifica constantemente se ele tem dentes, pressionando para que paremos de alimentá-lo com leite e tenta lhe dar comida complexa (como inhame doce). A defesa dela é: ‘Com você foi assim e você sobreviveu’”, continuou o desabafo.

Recomendados

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por: “Homem se ‘revolta’ com namorada após ela se recusar a receber o próprio salário”

Decisão tomada

No decorrer do relato, a mulher revela ter chegado no limite ao ver sua mãe desconsiderar um pedido em relação à criança: “Ela o segurou e perguntou brincando se ele queria água, ao que eu respondi: ‘Não dê água a ele, mãe. Então ela deu e disse: ‘Veja, ele está bem. Não está morto.’”

Ao se sentir desrespeitada, a jovem tirou o filho da avó e informou que ela não poderia ficar mais sozinha com a criança. Ela desabafou sobre sua mãe estar “ultrapassando limites” ao fazer o contrário dos pedidos da filha.

“Ela não está falando comigo e me acusou de tê-la feito se sentir uma péssima mãe e avó”, escreveu na rede social. Ao finalizar o relato, a autora disse estar na casa dos pais no intuito de economizar, além de pagar metade da hipoteca, serviços públicos e contribuição de outros custos dentro da casa.

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos