Social

Corredora de elite, Emilia Brangefalt, 21, tira a própria vida

Tragédia no mundo da corrida: talentosa atleta sucumbe a problemas mentais

Uma triste notícia abala a comunidade esportiva, com a corredora de elite Emilia Brangefalt, 21, tirando a própria vida após uma pausa forçada nos treinos devido a uma condição cardíaca, diz o Mirror.

Despedida precoce

Emilia, que conquistou a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Trail de 2022, enfrentava desafios físicos e mentais desde que foi diagnosticada com uma "frequência cardíaca extremamente alta". Seu desabafo nas redes sociais revelou suas lutas.

Diagnosticada durante uma pausa nos treinos, Emilia compartilhou seus dilemas no Instagram, descrevendo o impacto emocional de não poder correr. A jovem atleta expressou esperança de uma recuperação, mas infelizmente, nove dias depois, tirou a própria vida.

A Federação Sueca de Atletismo confirmou a trágica notícia, destacando o intenso sofrimento físico e mental que Emilia enfrentou nos últimos meses. Apesar do apoio próximo, ela tomou a difícil decisão em 13 de novembro.

O irmão de Emilia, Adam, prestou homenagem à sua irmã, mencionando que ela buscou ajuda psiquiátrica um dia antes, mas não conseguiu devido à falta de pessoal. Ele compartilhou memórias emotivas de sua paixão compartilhada pelo esporte.

O Vasteras FK, clube de corrida de Emilia, expressou luto pela perda e planeja homenageá-la em sua gala anual. A tragédia destaca os desafios mentais enfrentados pelos atletas, ressaltando a importância do apoio à saúde mental.

Este trágico acontecimento ressalta a necessidade contínua de conscientização sobre a saúde mental, especialmente entre os atletas de elite, e destaca a importância de recursos e apoio acessíveis a todos que enfrentam desafios semelhantes. Se você estiver passando por dificuldades, não hesite em procurar ajuda.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos