Social

Barco do sexo: Justiça descobre que milionário que usava iate como bordel é paciente terminal de câncer

Médico milionário foi preso após polícia encontrar drogas, armas e prostitutas no iate

Iate onde a prostituta foi encontrada

Preso na semana passada em um iate repleto de prostitutas, drogas e armas, o milionário Scott Burke, 69 anos, revelou através de seu advogado durante audiência antes do julgamento que é portador de câncer tipo 4 (terminal), e não tem tempo de vida.

Segundo o advogado, Burke está vivendo seus últimos dias festejando enquanto aguarda do desfecho fatal da doença e pediu que ele fosse solto sob fiança. “Seria muito, muito trágico que esse homem passasse o resto da vida esperando por uma condenação na prisão”, disse o defensor ao juiz distrital de Nantucket.

O advogado disse ainda que Burke, que é um cirurgião aposentado e pai de dois filhos, esteve entre os voluntários que ajudaram o Haiti após os terremotos de 2010 e realizou mais de 100 cirurgias enquanto esteve no país e que o milionário doou grande parte de sua riqueza para faculdades na forma de bolsas de estudos para alunos que não podem custear a educação.

Com base nesses argumentos e o fato dele não ter antecedentes criminais, a Justiça fixou a fiança em US$ 200 mil (quase R$ 1 milhão).

LEIA TAMBÉM: Leão ataca brutalmente hiena na África do Sul durante safári, turistas traumatizados

PRISÃO E PROCESSO

O milionário foi preso quando uma das prostitutas que estava em seu barco passou mal, possivelmente por overdose de drogas, e teve que receber atendimento de emergência.

A polícia foi acionada e vasculhou o iate, descobrindo muitas drogas, armas (que o milionário argumentou que pertenciam a ele) e prostitutas, que o acompanhavam de porto em porto.

A polícia não sabe se o iate realmente era uma festa de despedida regada a sexo e drogas ou se o milionário alugava as prostitutas em cada porto onde parava, em um tipo de bordel flutuante de luxo para clientes de alto poder aquisitivo.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos