Social

Mulher se recusa a pagar para levar a enteada em viagem de férias

Para ela, é um absurdo precisar pagar para levar a filha do marido junto com eles, uma vez que a menina não é sua filha biológica.

cartão de embarque no aeroporto

Uma mulher foi criticada na internet depois de revelar que quer sair de férias sem precisar levar sua enteada. Segundo ela, é um absurdo precisar levar a menina, filha de um relacionamento anterior do homem, em uma viagem de família.

Conforme publicado pelo The Mirror, a mulher desabafou no Mumsnet, onde recebeu uma onda de críticas após revelar seu pensamento.

“Vou ter apenas um ano de licença maternidade e meu bebê só poderá tirar férias conosco por esse tempo. Nós não podemos nos dar ao luxo de levar minha enteada tanto pelo custo quando por precisar esperar pelas férias escolares”.

“Eu só tenho essa chance e é o meu dinheiro. Quero férias sem estresse e entreter uma criança de oito anos não é minha ideia de férias tranquila”, conta.

“A ex do meu marido já demonstrou descontentamento sobre isso pois disse que a filha falou que estava chateada por tirarmos férias sem ela. Não sei de onde ela tirou isso pois ainda nem tinha dito nada”.

O pai é contra

Piorando a situação, a mulher conta que seu parceiro não é a favor de deixar a filha de lado.

“Eu disse ao meu marido que isso é normal. Eu cresci com padrastos que tinham outros filhos e eles não vinham de férias conosco”.

“Agora ele está constantemente mencionando a filha nas discussões sobre as férias e disse a ela que estamos planejando férias de verão todos juntos, então ela agora está animada com isso”, conta.

“Eu me sinto como uma idiota, mas sei que estou sendo razoável, talvez eu saia de férias sozinha com meu filho”.

Leia também: Pai se recusa a pagar pela Universidade da filha depois de pagar a dos filhos

Diante do relato, os comentaristas ficaram divididos sobre que atitude tomar.

“É normal vocês rem sem ela! Passei minha vida na posição da sua enteada e nunca senti que eles não deveriam viajar sem mim, eu costumava passar minhas férias anuais com a família da minha mãe”, comentou uma pessoa.

“Sinto muito, não concordo com você! Entendo seus motivos, mas os sentimentos da criança são prioridade”, comentou outra ao que uma terceira completou: “Se você quer que sua enteada se sinta rejeitada, vá em frente. Seu marido tem dois filhos e não um”.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos