Foco

“Se não trabalho, quem paga as contas?” Joana Sanz desabafa após julgamento de Dani Alves

Modelo tem sido criticada pelo depoimento que deu no julgamento do marido

Joana Sanz.

Passado o julgamento e a condenação de Dani Alves, a esposa e modelo Joana Sanz desabafou nas redes sociais contra os ataques de seguidores e da mídia, que a tem chamado de “frívola” e “garotinha”. “Por que estou trabalhando? Claro. Mas, se não trabalho, quem paga as contas? Estou escutando coisas piores, barbaridades que ouvi por aí”, falou.

Joana compareceu em todos os dias do julgamento do marido e testemunhou a seu favor, dando sustentação à tese da defesa de que Dani Alves estava embriagado no dia do abuso sexual e não lembrava direito o que tinha acontecido. E foi duramente criticada por isso.

Desde então, a modelo canária tem evitado manifestações nas redes sociais. “Quando me abro e quero expressar meus sentimentos, faço isso. E, quando não quero, não tem porquê. Sei quem são meus amigos, quem convive comigo e está ao meu entorno, e eles me conhecem. Não vou me deixar guiar por manchetes mal-intencionadas”, disse.

Recomendados

Desde que o marido foi preso, Joana Sanz vem sendo alvo de críticas da imprensa, de lideranças feministas e de mulheres que a acusam de abandonar o marido no momento em que ele mais precisava.

Neste ano de prisão de Dani Alves, ela anunciou o divórcio e voltou atrás, visitando-o inclusive no presídio Brians 2, onde cumpre sua pena. Na semana passada, Dani enviou uma carta para ela, que acabou vazando nas redes sociais, onde ele faz uma declaração de amor a ela. “Era você, e vai ser você para sempre. Não há um único dia, nem um único momento e nem um único plano em que você não esteja. Oro todos os dias para que eu possa te ver acordar”, diz um trecho da carta.

JULGAMENTO

Dani Alves foi condenado a quatro anos e meio de prisão pelo estupro de uma jovem em uma boate de Barcelona, em 30 de dezembro de 2022. A promotoria pediu 9 anos de cadeia e a vítima, 12 anos, de forma que o resultado do julgamento está sendo visto de forma positiva pelos advogados que defendem o jogador brasileiro.

Pelas leis espanholas, em breve ele poderá pedir saídas esporádicas do presídio e em mais alguns meses, progressão da pena para apenas dormir na penitenciária.

Entretanto, o Ministério Público espanhol promete recorrer à Justiça para obter uma pena maior.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos