Foco

Julgamento de Dani Alves: “Não desejaria isso a nenhuma mãe no mundo”, diz Lucia Alves

Lucia falou sobre o sofrimento de ver seu filho no banco dos réus e disse confiar na inocência dele

Dani Alves e sua mãe, Maria Lucia Alves

Além de Dani Alves, dos advogados e juízes, nenhuma figura foi mais constante no Tribunal de Barcelona durante o julgamento do jogador brasileiro do que Lucia Alves, a mãe do réu, que acompanhou os três dias que ela classificou como muito difíceis. “Não desejaria isso a nenhuma mãe no mundo”, disse, segundo o jornal espanhol La Vanguardia.

Dani Alves está preso desde janeiro do ano passado acusado de estuprar uma jovem no banheiro da boate Sutton, em Barcelona, e pode ser condenado a uma pena entre 9 e 12 anos.

Apesar das evidências, Lúcia disse que confia na inocência do seu filho e na justiça, mas confessou que durante os três dias de julgamento foi muito difícil ver o seu filho e não poder abraçá-lo. “Não tenho conseguido falar com ele e durante esses três dias, tenho visto ele várias vezes, interagindo comigo, com gestos de carinho, alguns beijos. Depois vi meu filho, mas não consegui estar com ele”, disse.

Questionada pela imprensa sobre como seu filho, ela não titubeou. “Ele é um homem leal. Meu filho começou a ter responsabilidades de adulto aos 16 anos. Ele é o tipo de homem que abre a porta do carro para as mulheres...”, expressou.

VAZAMENTO DA IMAGEM DA VÍTIMA

Lúcia foi figura carimbada nas últimas semanas na imprensa espanhola, desde que vazou nas redes sociais um vídeo revelando a identidade da vítima, o que havia sido proibido pela Justiça de Barcelona, e pode ter que responder por isso, apesar de ter tido que foi “enganada”.

JOANA SANZ

Durante sua estadia em Barcelona, ela visitou a modelo Joana Sanz, ainda casada com Dani Alves, após cinco anos sem se verem. Logo que foi preso, Lucia e Joana trocaram farpas quando a modelo anunciou que se separaria do jogador, decisão da qual mudou de ideia depois. Sobre o encontro, ela disse: “Foi muito bom, muito especial”.

VEREDITO

A decisão da Justiça deve demorar ainda cerca de um mês. Enquanto aguarda o veredito, Dani Alves continua preso no presídio Brians 2, em Barcelona, onde foi confinado desde janeiro de 2023.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos