Foco

Por que garoto de 11 anos que comeu lagartixa passou mal?

Garoto foi internado pela terceira vez após contrair uma infecção intestinal

Polícia apura o caso

Um garoto de 11 anos foi internado pela terceira vez nesta semana com fortes dores abdominais e crises de vômito após ser induzido pela madrasta a comer lagartixa, em Goiás.

O animal foi limpo, temperado com limão e frito para que o menino o comesse, após a madrasta dizer que costumava consumir lagartixas quando criança para não passar fome, mas o resultado da iguaria foi uma internação às pressas com um quadro grave de internação intestinal. Segundo a mãe, a criança chegou a vomitar e urinar um líquido escuro.

Lagartixas não são animais peçonhentos, não possuem qualquer tipo de veneno, embora as fezes do animal sejam perigosas, então o que aconteceu com o menino para que ele ficasse tão doente após comer o bicho?

Segundo especialistas, dois fatores devem ser levados em consideração neste caso. O primeiro é que o animal pode carregar diversos tipos de bactérias e vírus que não fazem mal a ele, mas podem ser perigosos para o ser humano.

O outro fator é que lagartixas não são animais criados de forma controlada, com padrões sanitários, e s são predadoras de insetos, como moscas e baratas, que podem estar infectadas com outras doenças ou mesmo com venenos, infectando o hospedeiro e quem consumir sua carne depois.

Vale lembrar que uma das linhas de pesquisa da pandemia de coronavírus defende que eles estavam incubados em morcegos e foram transmitidas aos humanos após infectarem outro animal ou diretamente algum ser humano.

Isso não vale exclusivamente para esse pequeno réptil, mas para todo animal exótico que é consumido sem os devidos controles sanitários, como javali e tatu.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos