Brasil

“Receptador de muamba?”: Web reage ao saber que Nelson Piquet guardava joias de Bolsonaro

Revelação foi feita por reportagem do jornal O Estado de S.Paulo

Bolsonaro e Nelson Piquet durante a campanha
Bolsonaro e Nelson Piquet durante a campanha (Anderson Riebel/Presidência)

ANÚNCIO

Nas redes sociais, internautas reagiram à notícia que o ex-piloto Nelson Piquet guardou em sua fazenda para o então presidente Jair Bolsonaro as jóias e presentes que ele recebeu ao longo do mandato e queria manter como patrimônio pessoal, segundo revelou o Estado de São Paulo.

ANÚNCIO

O assunto foi inclusive tema de conversa na Câmara Federal nesta terça-feira , quando o deputado federal do PT Rogério Correia lê a nota e diz que está “abismado”.

Muitos internautas nas redes sociais criticaram a ação do ex-piloto, com aquele humor característico da internet: “Mas quem diria que o Nélson Piquet, além de motorista de bandido, ainda agia como receptador de muamba?”, questionou @SergioAJBarrett.

“Bolsonaro tá voltando pro Brasil; Anderson Torres tá com depressão e ameaçando fazer uma delação premiada; joias não param de aparecer; Nelson Piquet supostamente virou depositário… Enfim, quartou, Brasil”, disse @jeje_cricri.

O site Sensacionalista postou uma foto onde o tricampeão mundial de F-1 aparece dirigindo um carro forte. A manchete é:  " Nelson Piquet vai buscar Bolsonaro no aeroporto dirigindo um carro-forte.”

“Já podem fazer uma equipe de F1: Nelson Piquet e Dick Vigarista! E o Bolsonaro, que escondia joias de quase R$ 18 milhões na mansão do Nelson Piquet? Além de cofre, Piquet também foi seu financiador na campanha derrotada, tendo doado mais de meio milhão”, lembrou @erikakokay

Nas redes, os seguidores aproveitaram para comentar a condenação do ex-piloto, no valor de R$ 5 milhões, por comentários racistas e homofóbicos contra o também piloto Lewis Hamilton. “Isso é o bolsonarismo: escândalos, vergonhoso, ódio e intolerância, tudo ao mesmo tempo.”

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias