Foco

Adolescente é apreendido com machadinha e caderno com planejamento detalhado para massacre em MG

Jovem de 14 anos disse que teve a ideia depois de saber dos atentados de Aracruz

Aluno levou machadinha para escola e pretendia executar massacre

Um adolescente de 14 anos foi apreendido na Escola Estadual Camilo Santana, em Ubá, em Minas Gerais, após ser encontrado com uma machadinha dentro de uma mochila na manhã da última quarta-feira (30). Ele também tinha um martelo, um bilhete afirmando que cometeria um massacre no local e um caderno com desenhos de como ele executaria seu plano.

À polícia, o jovem contou que o motivo do crime era sua infelicidade em relação à escola, à família e à vida e que os atentados em Aracruz, no Espírito Santo, o motivaram. As informações são do site “O Globo”.

Ele afirmou estar arrependido, pediu para ser internado e seguir com o tratamento psicológico que faz. Revelou ainda que não tinha um alvo específico.

Escola foi avisada

O planejamento do massacre frustrado foi feito após uma pesquisa no celular da avó, descobriu a polícia. Ainda segundo o “O Globo”, o plano não teve sucesso porque a escola foi avisada por mães de alunos que seus filhos viram as armas e ouviram o adolescente ameaçando o crime.

O conselho tutelar foi chamado, assim como a família do jovem, que foi representada por uma tia.

Ao “G1″, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais informou que uma equipe multidisciplinar irá acompanhar o caso.

“A SEE/MG salienta que desenvolve e estimula a realização de ações de prevenção e combate à violência no ambiente escolar, por meio do Programa de Convivência Democrática, que procura defender e garantir a cultura de paz nas escolas, promover o respeito, um ambiente acolhedor e a mediação de conflitos. Além disso, conta com importante parceria da Patrulha Escolar da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) para propiciar um ambiente cada vez mais seguro aos alunos da rede estadual”, diz a nota.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos