Foco

Conheça as 8 soft skills que mais atraem os recrutadores

Pesquisa aponta que 77,2% dos profissionais de RH consideram que habilidades técnicas e comportamentais possuem a mesma relevância nos processos seletivos

Saber trabalhar em equipe é uma das soft skills mais buscadas pelos RHs

Conhecimentos técnicos são fundamentais, mas as chamadas soft skills - ou habilidades comportamentais - também interferem diretamente nas contratações hoje. Segundo um levantamento do Infojobs, empresa de soluções de tecnologia para RH (Recursos Humanos), 77,2% dos recrutadores consideram que hard e soft skills possuem a mesma relevância nos processos seletivos. Para 20,3%, as competências interpessoais já são até mais importantes.

Ainda segundo o estudo, 51% dos profissionais de RH passaram a avaliar as soft skills recentemente, nos últimos cinco anos. Além disso, a maioria dos recrutadores (75,2%) afirma que tem o costume de detalhar as habilidades comportamentais já no momento de divulgar a vaga.

Para avaliar as soft skills, 61,4% dos recrutadores dizem utilizar testes pré-definidos, enquanto 31,2% contam com o apoio das dinâmicas em grupo. Entre eles, 97% acreditam que a necessidade crescente de lidar com situações emocionais faz as soft skills ganharem destaque no ambiente de trabalho.

Entre soft skills pré-estabelecidas pelo levantamento, 37,10% dos recrutadores destacam em primeiro lugar “saber trabalhar em equipe” como a habilidade mais importante. Já entre a menos importante ser o “senso de liderança” (1%).

Confira a lista das oito soft skills mais buscadas pelos profissionais de RH:

  • saber trabalhar em equipe (37,10%)
  • inteligência emocional (32,20%)
  • boa comunicação (8,90%)
  • resiliência (6,9%)
  • resolução de conflitos (5,40%)
  • boa organização de tempo (4,50%)
  • criatividade (4%)
  • senso de liderança (1%)

Autoconhecimento e desenvolvimento

As soft skills são importantes para o RH porque consistem em aptidões que as empresas necessitam e que fazem a diferença no tratamento com clientes e internamente. “São habilidades que você não encontra facilmente em um currículo. Nesse cenário, os candidatos precisam de autoconhecimento para saber enaltecer seus pontos fortes”, comenta Ana Paula Prado, CEO do Infojobs.

As habilidades comportamentais também estão em destaque entre os profissionais que fazem parte de outras áreas, onde 97,8% acreditam que as soft skills são importantes para o desenvolvimento profissional. Além disso, 64,5% dizem que já tiveram suas soft skills avaliadas nos processos seletivos.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos