Foco

“Eram minha vida INTEIRA”: Jovem perde toda família na tragédia de Petrópolis

Morreram nos deslizamentos de Petrópolis sua mãe, grávida de seu irmão, seu pai, suas avós e um primo no mesmo dia

Entre as dezenas de tragédias que aconteceram em Petrópolis em função do temporal que causou deslizamentos e inundações e deixou pelo menos 186 mortos, chama a atenção o caso da jovem Juliana Gomes, de 18 anos.

Todos choram parentes que perderam naquele fatídico dia 17 de fevereiro, mas Juliana perdeu praticamente a família inteira nos deslizamentos que soterraram bairros inteiro. Morreram sua mãe, grávida de seu irmão, seu pai, suas avós e um primo no mesmo dia.

Ainda muito abalada, Juliana usou as redes sociais para prestar homenagens a seus parentes que foram “levados por Deus para viver a vida eterna” e agradecer o carinho que recebeu. “Todos esses 5 eram minha vida inteira”, disse na postagem.

A primeira homenagem que ela faz é para sua mãe, Jaqueline. “Meu alicerce, minha melhor amiga, minha razão de viver”

LEIA TAMBÉM: ‘Chance de pena de morte é quase zero’, diz advogado de brasileira na Tailândia

Suas palavras emocionaram os usuários das redes sociais:

“... Você me mostrava todos os dias o quão lindo e forte é o amor de uma mãe por um filho, através de abraços, beijos, carinhos e risadas (pois segundo você, eu sou uma palhaça, e que sua vida sem mim, seria sem graça). Obrigada por me ensinar a ser gentil, ser solidária e ajudar a todas as pessoas que eu pudesse sem olhar a quem. Você era MARAVILHOSA e carregava em seu ventre meu irmão (a)! Só eu sei o tanto que você estava FELIZ. ++++++. Sua felicidade encheu meu coração de alegria e me fez enxergar o sentido de viver. A você eu agradeço pelos ensinamentos e de coração despedaçado me despeço e desejo que encontre seu caminho em luz. Te amarei PARA SEMPRE, MÃE!”.

Juliana também prestou homenagem a seu pai, Leandro. “Meu exemplo, meu viver e respirar”:

" Com você aprendi que independentemente da situação, ‘lute para viver minha filha’, e é deste jeito que me despeço de você. Obrigada por me amar e me oferecer os melhores abraços que eu já pude ter. Cuida da minha mãe e de todos os outros, desejo que encontre sua luz. Seu legado eu levo para frente e luto como um LEÃO para não perecer. Fica com Deus e encontre sua luz! Te amo eternamente, meu pai”.

Jaqueline e Leandro foram enterrados no dia 19, dois dias depois do acidente. “Me despeço com o coração despedaçado”, finalizou a postagem.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos