Foco

São Paulo adota isolamento de cinco dias para casos leves de gripe e covid-19

Decisão foi tomada em função da demanda exponencial de pacientes na rede pública e privada da Capital

A partir desta quinta-feira, a prefeitura de São Paulo informou que passa a seguir as recomendações do Ministério da Saúde para isolamento de casos leves e moderados de gripe e de covid-19.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o isolamento para pacientes que não apresentem febre ou problemas respiratórios há pelo menos 24h será de cinco dias.

Esses pacientes deverão faze teste de RT-PCR ou antiantígeno e após o resultado negativo serão liberadas do isolamento com a recomendação de uso obrigatório de máscara e distanciamento social. Se der positivo, o isolamento será estendido até o 10º dia.

LEIA TAMBÉM:

No décimo dia após o início dos sintomas, quem não apresentar febre ou sintomas respiratórios será liberada do isolamento sem a necessidade do exame PC.

Nos casos de síndrome gripal com covid-19 em que o paciente não tenha completado o esquema vacinal (duas doses), ele deverá ficar em isolamento por dez dias. O diagnóstico, nesse caso, deverá ser feito por critério laboratorial.

De acordo com a prefeitura, a medida foi tomada diante da demanda  exponencial de pacientes com sintomas respiratórios, suspeitos de covid e gripe, nos hospitais da rede pública e privada.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos