Foco

Veja quem são as nove vítimas fatais do desabamento em gruta no interior de SP

Ao todo, 10 pessoas ficaram soterradas; apenas uma foi resgatada com vida

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros identificaram as nove vítimas fatais do desabamento de parte da estrutura do teto de uma gruta em Altinópolis, no interior de São Paulo. Seis delas eram moradoras de Batatais, que fica na mesma região.

O acidente aconteceu na madrugada de domingo (31), quando um grupo composto por 28 bombeiros civis e instrutores faziam um treinamento no interior da Gruta Duas Bocas, que fica em uma propriedade particular, quando houve um desmoronamento. A caverna fica perto da Cachoeira do Itambé, ponto turístico da cidade.

LEIA TAMBÉM:

Recomendados

Dez pessoas ficaram retidas na caverna e apenas uma foi resgatada com vida. Se trata de um homem, que está internado na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE). Não há informações sobre o estado de saúde dele.

Já os corpos das nove vítimas fatais foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) entre a tarde e a noite de domingo e liberados para as famílias em seguida. Nesta manhã, os seis moradores de Batatais foram velados juntos no Ginásio de Esportes Marinheirão. O enterro deles está previsto para esta tarde.

As outras três vítimas foram levadas para o velório e sepultamento em Altinópolis, Sales Oliveira (SP) e em Monte Santo de Minas (MG).

Veja quem são as vítimas fatais da tragédia:

Ana Carla Costa Rodrigues de Barros, 28 anos, bombeiro civil. Moradora de Sales de Oliveira.

Celso Galina Júnior, 30 anos, bombeiro civil. Morador de Batatais.

Débora Silva Ferreira, 24 anos, bombeiro civil. Moradora de Monte Santo de Minas (MG)

Elaine Cristina de Carvalho, 52 anos, bombeiro civil. Moradora de Batatais.

Jenifer Caroline da Silva, 25 anos, bombeiro civil. Moradora de Batatais.

Jonatas Ítalo Lopes, 28 anos, bombeiro civil. Também era instrutor.

José Cândido Messias da Silva, 53 anos. Morador de Batatais.

Natan de Souza Martins, 18 anos. Morador de Altinópolis.

Rodrigo Triffoni Calegari, 32 anos, instrutor do grupo de bombeiros civis.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos