Foco

Lazer volta à avenida Paulista nesta semana

A avenida Paulista, na região central, começa aos poucos a retomar sua vocação para o lazer, que foi interrompida pela pandemia do novo coronavírus. 

A partir deste domingo (18), a via voltará a ser liberada inteiramente para pedestres e ciclistas e terá o trânsito bloqueado para os veículos.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

A iniciativa marcará o retorno do programa Ruas Abertas, que foi suspenso em março do ano passado pela Prefeitura de São Paulo para evitar aglomerações diante da chegada da covid-19.

O prefeito Ricardo Nunes (MDB) disse ontem que a retomada será possível porque a cidade já conseguiu imunizar 70% da população adulta com ao menos uma dose da vacina.

Mas a volta do Ruas Abertas ainda é um teste, segundo a prefeitura, e, por isso, o retorno se dará em horário reduzido. A Paulista será liberada para o lazer somente entre 8h e 12h. Antes da pandemia, o horário de funcionamento era entre 10h e 18h.

“A ação acontecerá em caráter experimental e de acordo com todos os protocolos sanitários estabelecidos pela Vigilância Sanitária, como o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento entre as pessoas, sem aglomerações.”

Segundo Nunes, o período foi escolhido porque o público que frequenta a Paulista pela manhã “mantém distanciamento, é mais família, vai de bicicleta ou caminhar. À tarde tem um volume maior de pessoas”. 

Além da ciclovia e da ciclofaixa, o Ruas Abertas também libera as duas pistas da avenida para o público. Antes da pandemia, a Paulista lotava aos domingos, com muito pedestres, comerciantes ambulantes e apresentações de artistas de rua.

Ao Metro Jornal, a Prefeitura de São Paulo afirmou que, de acordo com o desempenho da reabertura da avenida Paulista, irá analisar, em um segundo momento, a liberação do Vale do Anhangabaú, no centro, que passou por uma longa revitalização, mas segue fechado ao público.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos