‘Abençoado’, Trump pede debate presencial

Por Metro World News

Depois de dizer que contrair a covid-19 foi uma “benção  de Deus”, Donald Trump diz que está curado e apto para rodar os Estados Unidos em campanha eleitoral. A 26 dias da votação que irá decidir o futuro dos EUA, o presidente republicano afirma que dispensará o debate virtual com Joe Biden, já que modelo não é aceitável para ele. Enquanto isso, investirá em comícios pelo país.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Durante o período em que ficou recluso, seu oponente democrata abriu uma vantagem de 16 pontos entre as intenções de votos. E o debate entre os vices, que aconteceu na quarta-feira e ganhou evidência em meio à contaminação de Trump, também não agradou o presidente. Ativo nas redes sociais enquanto seu colega de chapa Mike Pence debatia com Kamala Harris, vice democrata, o líder dos EUA chamou a senadora de “monstro” e “comunista”.

Ainda sobre seu estado de saúde, Trump disse ontem à Fox News que acredita ser um tipo de “espécime físico perfeito”, já que está se sentindo melhor do que nunca, apesar da doença. O líder americano atribui sua “cura” ao coquetel de anticorpos, ainda em testes, da empresa Regeneron.

“Eu não estava me sentindo totalmente bem até que os médicos me deram Regeneron e eu me senti tão bem quanto estou me sentindo agora. Gostaria de dizer que nós temos esse medicamento e que estou tentando disponibilizá-lo em autorização de emergência. Você vai tomar o Regeneron e vai se sentir muito melhor”, garantiu o presidente em vídeo no Twitter.

Médicos que desenvolvem a dose ainda não comprovam eficácia.

Loading...
Revisa el siguiente artículo