Área da estação Brás, em São Paulo, vai virar ‘shopping’

Por Metro World News

Uma área de 1,3 m2 da estação Brás será concedida à iniciativa privada por 30 anos para montar lojas, com mais 300 m2 para praça de alimentação. O vencedor terá de pagar no mínimo R$ 478 mil ao estado pelo uso do espaço.

A estação recebe cerca de 500 mil pessoas por dia e faz integração das linhas 3-Vermelha do Metrô com 7-Rubi, 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade da CPTM.

O edital da licitação foi publicado no Diário Oficial do Estado de ontem. Ele prevê que o investimento mínimo para reforma e adequação dos espaços será de R$ 1,4 milhão. Além de lojas, quiosques para comércio e serviços em geral e espaços para alimentação, o vencedor deverá também instalar banheiros públicos na área.

Segundo a Secretaria de Transportes Metropolitanos, a área será concedida a apenas um administrador, que ficará responsável pela reforma, adequação e gerenciamento do local.

As propostas serão abertas no dia 11 de fevereiro do próximo ano.

A pasta informa que  os recursos obtidos com  receitas “acessórias” – como a locação de espaços –  serão reinvestidos em benefício dos passageiros.

Loading...
Revisa el siguiente artículo