Foco

Metroviários ficam sem multa e decretam estado de greve

O TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região) decidiu nesta quarta-feira não aplicar multa de R$ 100 mil ao Sindicato dos Metroviários em razão da paralisação dos serviços no dia 28 de abril, dia da greve geral.

Isso porque Seção de Dissídios Coletivos do TRT considerou que não havia nos autos elementos que comprovassem que a liminar que impunha limites à paralisação tivesse sido descumprida. A decisão determinava que 80% dos trabalhadores atuassem nos horários de pico (das 6h às 9h e das 16h às 19h) e de 60% nos demais períodos.

O Metrô informou também nesta quarta-feira que não havia sido notificado da decisão e que, assim que isso acontecer, vai avaliar o que vai fazer.

Estado de greve

Em campanha salarial, os metroviários estão em estado de greve desde segunda-feira e marcaram uma nova assembleia para avaliar o movimento para o próximo dia 30. Na segunda-feira, dia 29, os trabalhadores passarão a distribuir carta aberta à população e a usar o colete da campanha salarial.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos