Foco

Produção de veículos cresce no 1º trimestre, mas emprego recua

As montadoras instaladas no país produziram 609,8 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus no primeiro trimestre, um salto de 24% sobre igual período do ano passado. A alta foi impulsionada pelas exportações, que cresceram 70% e bateram o recorde de 172,7 mil veículos.

Enquanto isso, o setor fechou quase 10 mil postos de trabalho em um ano, encerrando março com 103,6 mil funcionários. Em fevereiro, o número de empregados no setor era de 104,5 mil.

“As empresas precisam ter claro como vai estar o mercado nos próximos meses antes de abrirem novos turnos de produção. Ainda precisamos de alguns meses de crescimento forte para sabermos se vamos reverter a questão dos postos de trabalho”, disse o presidente da Anfavea, Antonio Megale.

Leia mais:
Por defeito no airbag, Toyota faz recall de 538 mil veículos
Evolução da frota de veículos desacelera na Grande São Paulo

O resultado do trimestre foi impulsionado pelo desempenho de março, com alta de 18% na produção e avanço de 5,5% nas vendas sobre um ano antes.

Do total produzido em março, 235 mil veículos, 68,5 mil foram exportados, maior nível mensal desde pelo menos 2014. Esse movimento deve se manter nos próximos meses, diante da proximidade de assinatura de novos acordos de comércio e o crescimento do mercado argentino.

Megale afirmou que as vendas de veículos no Brasil estão “no caminho da estabilização”, depois de terem encerrado o primeiro trimestre em queda de 1,9% sobre o mesmo período do ano passado, a 472 mil unidades.

“Ainda precisamos ter cautela, março foi um mês longo, com 23 dias úteis. Ainda é cedo para dizer que a tempestade passou, mas podemos dizer que a intensidade da chuva diminuiu um pouco”, disse Megale, acrescentando que é provável que as vendas de abril não sejam tão robustas devido também aos dois feriados no mês.

A Anfavea manteve a previsão de alta de 11,9% na produção no ano, para 2,41 milhões de veículos, e de avanço de 4% nas vendas internas, para 2,13 milhões.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos