Foco

Governo do Estado de SP vai tentar liberar verba para linha 6 do Metrô

O governo do Estado de São Paulo vai tentar liberar junto ao BNDES (Banco de Desenvolvimento Econômico e Social) verbas para as obras da linha 6-Laranja do Metrô, paralisadas na última segunda-feira. A obra era prometida para 2020, mas seu prazo já tinha sido adiado para 2021.

O Consórcio Move SP suspendeu as obras alegando “dificuldades para a contratação do financiamento de longo prazo, condição que seria indispensável à continuidade do projeto”. Ele é formado pelas empreiteiras Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC – as três envolvidas em denúncias na operação Lava Jato.

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos diz ver com preocupação a não obtenção no BNDES do financiamento de R$ 5,6 bilhões.

Por isso, o secretário Clodoaldo Pelissioni afirmou, na última terça-feira, que o governo vai conversar com o banco para demonstrar que apoia o consórcio: “Desejamos que este financiamento saia e que o cronograma de finalização da linha 6, que é maio de 2021, se mantenha”, afirmou.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos