Foco

Sem recurso privado, partidos de São Paulo bancam 63% das despesas

selo-eleicoes-2016 eleicaoA cada R$ 10 arrecadados pelos principais candidatos à Prefeitura de São Paulo para cobrir gastos de campanha, R$ 6 vieram dos cofres dos partidos. A razão para esta ser a maior fonte de financiamento das eleições está em alteração realizada na lei.

Ao contrário das disputas passadas, as empresas estão agora proibidas de fazer doações para os candidatos.

A Justiça Eleitoral autoriza apenas o recebimento de dinheiro do fundo partidário e de pessoas físicas, além de recursos dos próprios políticos.

Todo milhão e meio angariado por Celso Russomanno (PRB) até aqui veio do seu partido e de sua vice. A verba da legenda também predomina na receita do tucano João Doria (61,5% do total) e do petista Fernando Haddad (52%).

Apenas Marta Suplicy (PMDB) e Luiza Erundina (PSOL) têm recebido mais recursos de doações pessoas físicas. Esta última não ‘ganhou’ ainda dinheiro nenhum de partido (veja ao lado).

Untitled-1

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos