Foco

Corpo de opositor russo é enterrado em Moscou

ANÚNCIO

O corpo do opositor russo Boris Nemtsov foi enterrado, nesta terça-feira, em Moscou. Ele foi morto há quatro dias, mas ainda não há pistas sobre os responsáveis.

ANÚNCIO

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, condecorou o líder opositor russo Boris Netmsov com a Ordem da Liberdade, nesta terça-feira. Essa é a maior honraria ucraniana. Ao prestigiá-lo, Poroshenko afirmou que Boris sempre será um patriota da Rússia e um amigo da Ucrânia.

Milhares de russos, muitos levando cravos vermelhos, fizeram fila durante o dia para prestar suas homenagens a Boris Nemtsov, crítico do Kremlin cujo assassinato na semana passada evidenciou os riscos de se manifestar contra o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Os assessores de Putin negam qualquer envolvimento na morte de Nemtsov, que foi baleado nas costas quatro vezes na sexta-feira nas imediações das muralhas do Kremlin, mas amigos de Nemtsov dizem que ele foi vítima de uma atmosfera de ódio instigada contra qualquer um que se oponha ao presidente.

As pesquisas mostram que a maioria da população apoia Putin, apesar da queda do valor do rublo e de sanções internacionais ao país por causa da crise sobre a Ucrânia.

Lev Ponomaryov, um militante de destaque na defesa dos direitos humanos, apontou o dedo para a imprensa estatal, que descreve rotineiramente opositores do Kremlin como traidores.

«Se você olhar para o que as pessoas dizem sobre o assassinato, as versões são diferentes. Alguns culpam Vladimir Putin, outros não. Mas todos concordam que a televisão estatal russa criou essa atmosfera que leva a isso.»

ANÚNCIO

 

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias