Foco

Em menos de 24 horas, três pessoas são atingidas por balas perdidas no Rio

Entre a noite de domingo (25) e a madrugada de segunda-feira(26), pelo menos três pessoas foram vítimas de balas perdidas no Rio de Janeiro. Uma delas, uma jovem de 21 anos, morreu depois de atingida no fígado, durante tiroteio, domingo à noite, envolvendo policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e criminosos da comunidade da Rocinha, zona sul da cidade.

Adriene Solan do Nascimento chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Municipal Miguel Couto, também na zona sul. De acordo com a assessoria de imprensa da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), os policiais faziam patrulhamento na Rua 1, quando foram atingidos por criminosos. Na versão da polícia, os agentes revidaram e os bandidos fugiram.

As armas dos policiais já foram encaminhadas à Divisão de Homicídios da Polícia Civil para realização de perícia.

Na madrugada de segunda-feira, uma menina de 12 anos foi ferida por bala perdida, durante tiroteio em Costa Barros, zona norte da cidade. Também de madrugada, Sandra Costa dos Santos, 58 anos, foi atingida enquanto dormia em sua casa, em Bangu, na zona oeste da cidade.

As duas estão internadas no Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo, zona oeste. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o quadro delas é estável.

No sábado (24), em Niterói, a vítima foi um adolescente de 14 anos, atingido no prédio em que mora. Ele está internado, em situação estável, no Hospital Icaraí.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos