Foco

África do Sul contabiliza votos da 1ª eleição pós Mandela

Homem vota na periferia de  Joanesburgo | Mike Hutchings/Reuters
Homem vota na periferia de
Joanesburgo | Mike Hutchings/Reuters

A África do Sul começou neste terça-feira a contabilizar os votos da primeira eleição para presidente depois da morte de Nelson Mandela, em dezembro de 2013. O pleito também é o primeiro da geração pós-Apartheid no país. O regime acabou em 1994.

Mesmo em meio a críticas e a denúncias de corrupção, o Congresso Nacional Africano (CNA), partido do presidente Jacob Zuma, é considerado favorito.

Zuma votou ontem em Nkandla, cidade em que mora em uma casa na qual é acusado de ter gasto US$ 20 milhões de fundos públicos. Ao votar, o presidente disse que as pessoas deveriam fazer o mesmo “porque isso é provavelmente a coisa mais importante para se fazer em uma democracia”.

Em referência ao Apartheid, o Nobel da Paz de 1984, Desmond Tutu, disse que os sul-africanos deveriam se sentir gratos por poder votar pacificamente. “As pessoas eram presas e sofriam. Não podemos desperdiçar isso (a democracia). Precisamos sempre lembrar que conquistamos isso pagando um preço muito alto”. Tutu votou na Cidade do Cabo.

Um total de 25 milhões de pessoas, cerca de metade da população, estava registrada para votar. Os resultados finais devem ser divulgados até sábado. 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos