Estilo de Vida

O ‘skin care’ perfeito existe: mitos e revelações para ter uma pele de porcelana

As rotinas de beleza estão se tornando cada vez mais populares, no entanto, nem todas as peles são iguais e cair em tendências perigosas é um problema

Andrea Piacquadio / Pexels

ANÚNCIO

Navegar pelas redes sociais abre a porta para uma infinidade de temas, mas sem dúvida um dos mais populares está relacionado com o cuidado da pele e procedimentos estéticos. Tanto é assim que, hoje em dia, há toda uma onda de vídeos em que ‘especialistas’ ou ‘usuárias’ de marcas promovem e dão conselhos de beleza, o que por sua vez representa um enorme risco com consequências para o futuro.

ANÚNCIO

Não é segredo que o setor da beleza movimentou milhões de dólares em todo o mundo ao longo das décadas. E com a popularidade dos filtros que modificam as características faciais, atualmente estamos vendo uma 'explosão' de procedimentos estéticos que, em alguns casos, resultam em danos irreparáveis.

No Publimetro Colômbia, conversamos com Laura Mosquera (médica estética) sobre essas novas tendências e como hoje em dia, meninas, meninos e adolescentes se expõem a métodos perigosos com o objetivo de se encaixar nos padrões de beleza impostos pela indústria.

Quando começamos a falar sobre a pele e como prevenir os danos causados pelo envelhecimento?

Laura Mosquera: "Desde os anos 90 começamos a ter prevenção da saúde da pele e anatômica. A medicina estética é melhor preventiva do que curativa. Quando se ataca a tempo e se entende o processo de envelhecimento ao longo dos anos, pode-se fornecer aos pacientes elementos para que esse processo seja muito mais lento".

Com o uso das redes sociais, vemos uma infinidade de procedimentos e recomendações. Quais são os mitos mais comuns relacionados à medicina estética?

Laura Mosquera: As redes sociais são ferramentas para aprender, mas do outro lado também está a desinformação. Na medicina estética, se vê casos de atores ou famosos que mudaram seus traços com a injeção de produtos, o que faz com que muitos tenham medo, esse é um dos maiores mitos. Se eu disser que é preciso injetar algo, mais de um dirá que vai ficar viciado, etc. O botox, por exemplo, apenas paralisa o músculo, mas não inflama a pele ou gera modificações nas células.

Falando de produtos, vemos desde os mais caros até o uso de abacate e outros. Quão benéfico é usar esses produtos? E quais são os mitos que circulam?

Laura Mosquera: O uso de produtos naturais para o cuidado da pele tem sido muito popular ao longo dos anos. No entanto, se deseja manter a pele livre de danos, existem melhores alternativas. Considero que não se deve usar alimentos na pele, pois esses alimentos podem conter bactérias que podem contaminar a pele e causar irritação. A melhor recomendação será sempre consultar um médico.

Atualmente, existe a falsa crença de que quanto mais produtos forem aplicados, melhores serão os resultados. Quais são os três passos para o cuidado perfeito da pele?

Laura Mosquera: A limpeza deve ser feita a cada 12 horas porque ao longo do dia acumulam-se partículas de maquiagem, poluição do ar e outros. A hidratação é fundamental porque o equilíbrio de água na pele faz com que enrugue menos e assim tenha melhor tonicidade e firmeza. E por último, o protetor solar porque é o creme anti-envelhecimento mais barato que existe.

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias