Estilo de Vida

Veja dicas do que considerar na hora de escolher uma boa universidade

Decidir em quais universidades se candidatar para o vestibular – e, depois, estudar –, não é uma escolha fácil. Mas considerando alguns aspectos principais, como suas necessidades, condição financeira e exigências do mercado, fica mais fácil colocar as opções na balança e fazer com que o sonho de ter uma graduação se torne realidade.

Reconhecimento do MEC

De nada adianta um diploma se ele for não reconhecido pelo mercado de trabalho, certo? Por isso é importante, antes tudo, verificar se o curso em questão está credenciado pelo Ministério da Educação (MEC). Apesar de parecer bizarro, algumas instituições não tomam esse cuidado e saem abrindo vagas por aí. Aproveite e confira as notas obtidas. Elas variam de 1 a 5 e dizem respeito a critérios como corpo docente, instalações físicas e organização didático-pedagógica.

Bolsas e financiamentos

Se, depois de colocar as contas na ponta do lápis, os gastos com a faculdade não fecharem, é hora de acrescentar na sua lista de critérios a concessão de bolsas e financiamentos. Várias instituições fazem parte de programas do governo como o Fies, (Fundo de Financiamento Estudantil) com baixa taxa de juros que permite o pagamento da dívida depois de formado em até três vezes o tempo do curso, e o ProUni, bolsa integral para estudantes da rede pública (ou particular, em caso de bolsa) que tenham renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa.

Há ainda universidades que oferecem bolsas e financiamentos privados mediante, geralmente,  comprovação de renda e (ou )desempenho escolar.

Infraestrutura

Outro ponto importante na escolha da instituição é a disponibilidade de recursos para executar as funções exigidas na graduação. Nas áreas biológicas e tecnológicas, por exemplo, são importantes salas e equipamentos adequados. Assim como, em humanas, laboratórios de informática de qualidade e boas bibliotecas são essenciais.

Atividades extracurriculares

Estudar em um centro universitário que ofereça formação além da sala de aula é com certeza um diferencial importante. A oferta de palestras, cursos, incentivo a projetos e suporte técnico e profissional para que alunos possam aprimorar suas competências fora do horário de aula devem somar pontos na decisão. 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos