Esporte

Novas torcidas podem surgir com fim da Mancha Alviverde, diz especialista

O possível fim da Mancha Alviverde (antiga Mancha Verde), torcida organizada do Palmeiras, pode levar ao surgimento de novas torcidas, disse o especialista em sociologia do esporte e professor da Universidade de Sorocaba Felipe Tavares Paes Lopes.

ANÚNCIO

A Mancha Alviverde anunciou nesta última quinta-feira (2) o encerramento das atividades por tempo indeterminado após o assassinato do seu fundador, Moacir Bianchi. Ele morreu após ser baleado na zona sul da capital paulista. O corpo foi enterrado nesta sexta-feira (3), às 13h, no Cemitério Jaraguá. O Ministério Público vai investigar o caso.

Leia mais:
Ex-presidente da Mancha Verde é morto e torcida decide encerrar suas atividades
Justiça do Rio permite realização de Fla-Flu com torcida mista no domingo

Recomendados

Para Lopes, a suspensão da Mancha Alviverde pode alimentar a repressão que as torcidas vêm sofrendo, já que em São Paulo as organizadas não podem entrar nos estádios com bandeiras e faixas, e os jogos clássicos só podem ter torcida única. “O fechamento de uma torcida com esse peso para o movimento de organizadas só pode ser muito negativo”, avaliou.

No Rio de Janeiro, a repressão contra as torcidas fez com que aquelas tidas como mais tradicionais perdessem espaço para outras torcidas. “Tem, no Rio de Janeiro, o movimento popular de torcidas que apoiam o clube, parecido com as barras argentinas. Os grandes clubes cariocas, como o Vasco, devido a uma série de proibições que a torcida jovem sofreu, um outro movimento de torcidas passou a crescer e ocupar este espaço. A [Guerreiros do] Almirantes se tornou a principal hoje em dia”, explicou.

O assassinato
Segundo o boletim de ocorrência, Moacir Bianchi foi encontrado no interior de um carro preto na Avenida Presidente Wilson. Três carros abordaram Moacir quando ele parou em um semáforo. O assassino desceu e fez os disparos. O Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa investiga o caso.

Na página da Mancha Alviverde no Facebook, foi publicada homenagem a Moacir.

“Uma pessoa que tanto lutou para que a Mancha Verde pudesse se tornar uma grande torcida, e para que a torcida do Palmeiras fosse respeitada. Moacir fez da Mancha Verde a sua vida. Seu nome está escrito em nossa história e jamais será apagado.”

Tags

Últimas Notícias