Esporte

Fifa espanta rumores e mantém Copa na Rússia em 2018

Para a Fifa, o futebol não pode ser usado como solução para os problemas políticos do planeta | Pilar Olivares/Reuters
Para a Fifa, o futebol não pode ser usado como solução para os problemas políticos do planeta | Pilar Olivares/Reuters

A Fifa descartou nesta sexta-feira mudar a próxima sede da Copa do Mundo, prevista para acontecer na Rússia em 2018. A entidade divulgou nota oficial para tentar acabar com os rumores e pressões de alguns países, como os Estados Unidos, que queriam a alteração. A ameaça buscava tirar a Rússia de seu envolvimento na crise na Ucrânia.

A entidade máxima do futebol, no entanto, não aceitou os argumentos e disse não concordar com qualquer boicote a eventos esportivos.

Recomendados

«A FIFA deplora qualquer forma de violência e continuará usando os seus torneios para promover o diálogo, a compreensão e a paz entre os povos. Até o momento, a História mostra que o boicote a eventos esportivos e uma política de isolamento ou confronto não são as maneiras mais eficazes para solucionar problemas. A organização da Copa do Mundo da FIFA, com a atenção internacional que ela atrai, pode ser um poderoso catalisador para o diálogo construtivo entre povos e governos, ajudando a trazer avanços sociais», aponta o documento.

A nota oficial reforçou ainda que o futebol não pode ser usado como solução para os problemas políticos do planeta.

«O futebol não pode ser visto como solução para todas as questões, em particular daquelas relacionadas à política mundial. Vimos que a Copa do Mundo pode ser uma força para o bem, e a FIFA acredita que esse será o caso da edição de 2018 na Rússia», finalizou.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos