Esporte

Alemanha quer sediar Copa de 2018, se Rússia for impedida

Presidente da Federação Alemã quer Copa | Alexandre Schneider/Getty Images
Presidente da Federação Alemã quer Copa | Alexandre Schneider/Getty Images

Que a Rússia será a sede da Copa do Mundo de 2018, está definido pela Fifa desde dezembro 2010. Mas a Alemanha, vencedora da edição deste ano do torneio, quer mudar os planos e sediar o Mundial que acontecerá daqui a quatro anos. O motivo é o conflito entre russos e ucranianos.

“Se observa com uma grande preocupação essa crise política na Rússia, o que não era previsível quando a decisão foi tomada em dezembro de 2010”, afirmou o presidente da Federação Alemã de Futebol, Wolfgang Niersbach, em entrevista ao jornal “Bild”.

Recomendados

“Naturalmente a Alemanha seria, como campeã mundial, a alternativa adequada para celebrar o Mundial. Seria melhor fazer a Copa em cooperação com a Polônia e com a Ucrânia, que também têm estádios de futebol modernos”, completou o dirigente.

A Alemanha foi a sede da Copa de 2006 e teria, por isso, toda a logística preparada para receber o Mundial. No entanto, caso a Fifa resolva mudar a sede, é pouco provável que os germânicos sejam escolhidos. A entidade máxima do futebol tem como política fazer um revezamento de sedes.

Por esse motivo, ficou definido que o Mundial de 2018 aconteceria na Europa. A última vez em que o continente recebeu uma edição do torneio foi justamente em 2006. Os russos bateram as candidaturas da Inglaterra, Bélgica/Holanda e Espanha/Portugal para o torneio de 2018. Destes, apenas ingleses, em 1966, e espanhóis, em 1982, sediaram o torneio.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos