Netflix quer bater sucesso de ‘Game of Thrones’ com a série ‘The Witcher’

Por Metro World News, com Metro Ingternacional

Há anos que o gênero fantasia em filmes e séries tem sido objeto de desejos dos espectadores, principalmente após a estreia cinematográfica da saga “O Senhor dos Anéis”, que arrebatou milhares e animou produtores a seguir seu legado. “Game Of Thrones” veio na sequência, se tornando a série mais premiada do Emmy, e hoje, a Netflix entra nessa disputa pela audiência, com a estreia de “The Witcher”.

A aposta é alta. O investimento por episódio gira em torno de US$ 10 milhões (cerca de R$ 40 milhões), valores aproximados que a HBO gastou para cada capítulo de GOT das últimas duas temporadas.

“The Witcher” é inspirada nos livros lançados na década de 1980 e 1990 pelo escritor polonês Andrzej Sapkowski e, em 2007, no game homônimo, com duas sequências: “Assassins of Kings”  (2012) e “Wild Hunt” (2015).

Seu protagonista é Geralt de Rivia, interpretado por Henry Cavill, conhecido pelo papel em “Superman”, e que aqui é um bruxo superpoderoso, que vive para caçar monstros em troca de recompensas. Outro ponto principal da série é a jornada de Ciri (Freya Allan) pelo Continente. Ao contrário do mago, ela possui poderes mágicos, mas não sabe como controle-los. Ainda.

Outra protagonista é a feiticeira Yennefer de Vengerberg (Anya Chalotra), que mantém uma relação com o bruxo, mas tem personalidade forte, carisma e poder, onde essa independência toda cria disputas com Geralt

Em relação a GoT, alguns elementos são parecidos, como as lutas, as cenas de sexo, criaturas incríveis e efeitos especiais.

Segunda garantida

Mesmo antes da estreia da primeira temporada, a showrunner de “The Witcher”, Lauren Schmidt Hissrich, comentou em novembro que a série já tem mais episódios encomendados: “Estou muito feliz com o fato de que, antes mesmo de os fãs assistirem à primeira temporada, já confirmamos que voltaremos ao Continente para continuar contando as histórias de Geralt, Yennefer e Ciri e mostrar o trabalho surpreendente que nosso elenco e realizadores entregaram”. A produção da segunda temporada deve começar no início de 2020, em Londres, e a previsão de estreia dos novos episódios é para 2021.

Entrevista com FREYA ALLAN

Interprete da personagem Ciri, a atriz conta um pouco ao Metro World News sobre sua participação em “The Witcher”.

As mulheres de “The Witcher” são corajosas. Como você se sente participando desse tipo de série?
Acho que um dos maiores erros do setor é que, quando introduzem mulheres fortes, é porque elas competem com homens e, neste caso, em Ciri, em particular, você pode ver que ele é forte, mas ao mesmo tempo generosa e gentil.

Em uma indústria com ótimas séries de fantasia como “Game of Thrones”, “His Dark Materials”, ou os filmes “O Senhor dos Anéis”, o que torna “The Witcher” diferente?
Principalmente, personagens complexos e multidimensionais, que acreditam que o que fazem é bom. O programa não os divide em bons e ruins, e isso dá uma perspectiva de realidade. Além do número de criaturas fantásticas que são apresentadas ao longo da série.

freya Reprodução
Loading...
Revisa el siguiente artículo