Entretenimento

Sucesso nos anos 1990, ‘Castelo Rá-Tim-Bum’ completa 25 anos de seu 1º episódio

TV Cultura/Divulgação

ANÚNCIO

“Plift ploft still, a porta se abriu!” Quem viveu a infância na década de 1990 com certeza sonhou – ao menos por um momento – em acertar a senha do porteiro, entrar no Castelo Rá-Tim-Bum e desfrutar de uma tarde de aventuras na companhia de Nino, Biba, Pedro e Zequinha.

ANÚNCIO

“Castelo Rá-Tim-Bum foi um dos programas infantis de maior sucesso da televisão brasileira e marcou gerações.

Desde a concepção do castelo – baseada nos traços do arquiteto catalão Antoni Gaudí – até os planos maquiavélicos de Dr. Abobrinha (é Dr. Pompeu Pompilho Pomposo!), o programa aguçava a imaginação das crianças de todo o Brasil com seus personagens, quadros e didática lúdica.

Nesta quinta-feira, 9 de maio, o Castelo Rá-Tim-Bum completa 25 anos desde a exibição do seu primeiro episódio e o Metro Jornal relembra, em tom nostálgico, um pouco da história deste programa ícone.

Leia mais:
‘Pokémon é como Star Wars’, diz Ryan Reynolds; ator conta como foi preparação para dublar Pikachu
Remake do hit de terror ‘Cemitério Maldito’ estreia nesta quinta

Relembre o enredo

Nino é um aprendiz de mago e tem 300 anos. Ele vive no castelo com os tios, o bruxo e inventor Victor e a bruxa Morgana. Devido sua idade nada convencional, o garoto não pode ir para a escola e se divertir com outras crianças. Por isso ele recorre a um feitiço que aprendeu com o tio para atrair Biba, Pedro e Zequinha ao castelo.

O trio então se torna amigo de Nino e passa a visitar o bruxinho diariamente depois da escola. Ao mesmo tempo em que se diverte com os novos amigos, o aprendiz de mago é assediado pelo especulador imobiliário Dr. Pompeu Pompilho Pomposo (o Dr. Abobrinha), que tenta convencer Nino a vender o castelo dos tios. A intenção é derrubá-lo e construir um prédio de 100 andares.

ANÚNCIO

A história se passa em São Paulo, mas não fica claro em qual bairro o castelo está localizado.

Ficha técnica

  1. Autores
    Cao Hamburger e Flávio de Souza
  2. Diretora
    Anna Muylaert
  3. Emissora
    TV Cultura
  4. Duração
    Episódios de 30 minutos
  5. Nº de episódios
    90 + 1 especial
  6. Tempo no ar
    Quatro temporadas (9 de maio de 1994 a 24 de dezembro de 1997)

Você sabia?

  1. Os 90 episódios da série envolveram 250 pessoas e mais 5 mil horas de gravação
  2. O orçamento total da série foi de US$ 2,5 milhões (divididos pela TV Cultura e Fiesp)
  3. Inicialmente, a série teria 16 esquetes do ratinho, mas o custo de US$ 3 mil por ‘aparição’ fez com que a produção só rodasse quatro episódios
  4. Ao longo da série, a produção desenvolveu cerca de 800 figurinos diferentes
  5. O quarto do Nino não estava na planta original do Castelo e por isso foi colocado embaixo da escada
  6. Antes de estrear, o boneco Mau teve nove versões, em cinco materiais diferentes
  7. Marcelo Tas gravou todos os Telekid em um único mês e sempre de madrugada (único horário em que o Chroma Key, o cenário virtual, estava disponível)

Cômodos do castelo

  1. Exterior
    – entrada do Castelo
  2. Ala Principal
    – hall
    – quarto do Nino
    – cozinha
  3. Inferior
    – biblioteca
    – sala de música
    – sala da lareira
  4. Subsolo
    – oficina do Dr. Victor
    – encanamentos do Mau
  5. Superior
    – quarto da Morgana
    – lustre do Castelo
    – ninho do João de Barro

Personagens

Prêmios

  1. Prêmio APCA (1994)
    Melhor Programa Infantil
  2. Festival de Nova York (1995)
    Medalha de Prata – Melhor Programa Infantil
  3. Prêmio Sharp de Música (1995)
    Melhor Disco Infantil
  4. Troféu Imprensa (1999)
    Melhor Programa Infantil

Países em que a série foi transmitida

  1. Brasil
  2. Argentina
  3. Bolívia
  4. Chile
  5. Colômbia
  6. Costa Rica
  7. Equador
  8. Honduras
  9. México
  10. Panamá
  11. Paraguai
  12. Porto Rico
  13. Uruguai
  14. Venezuela

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias