Entretenimento

Festival Satyrianas promete 78h de arte em homenagem a Phedra d. Córdoba

ANÚNCIO

A 17ª edição do festival Satyrianas começa neste sábado (12) e vai até terça-feira (15) com 78 horas de apresentações de teatro, música, cinema, dança e circo, entre outras atrações, na Praça Roosevelt e em vários locais do centro, com os ingressos funcionando no esquema “Pague Quanto Puder”. Neste ano, a homenageada é Phedra d. Córdoba, atriz transexual cubana falecida em abril.

ANÚNCIO

Logo na abertura, que acontece na Roosevelt, dá para conferir show do bloco carnavalesco Domingo Ela Não Vai, do programador cultural Rodrigoh Bueno e o jornalista Alberto Pereira Jr, que toca os grandes sucessos do axé dos anos 1990; miniapresentação dos Dzi Croquettes; apresentação do espetáculo “Ópera Urbe – O Show”, com texto de Carlos Zimbher e direção de Rogério Tarifa e shows de TchaKa, Leona Jhovs e Renata Perón, além da tradicional queima de fogos.

Leia mais:
Hoje aos 30 anos, ator de meme do ‘garoto birrento’ faz agradecimento a brasileiros
Pepinno di Capri canta 60 anos de música italiana no Espaço das Américas

Para os outros dias, estão confirmadas apresentações de Liniker, Bacante Tropical, Banda Super Soul, Deena Love e Fado Vadio. O grupo As Bahias e a Cozinha Mineira também faz show durante o desfile de moda da Daspu. Além disso, a cantora Karina Buhr vai apresentar um sarau a partir de seu primeiro livro “Desperdiçando Rima”.

Musa inspiradora
Considerada fundamental para a instalação da Cia. Os Satyros na Praça Roosevelt, em 2000, a atriz Phedra D. Cordoba Cia. foi responsável por apresentar os artistas à comunidade trans da região e, por isso, se tornou amiga e musa inspiradora do grupo.

Em sua homenagem, o Satyrianas vai realizar a performance “Phedrices”, em que três pessoas vestidas de drag queens vão vender beijos durante toda a festa em um local na Roosevelt. O objetivo é que todos os espectadores circulem pelo evento com marcas de batom no rosto e todo o dinheiro arrecadado será doado para uma instituição que luta pela causa trans.

Destaque ainda para o show “Phedras por Phedra” que reúne as músicas que marcaram a carreira da atriz e suas histórias pessoais e o “Desfile Bapho Phedra”, com curadoria de Bia Pieratti e Carol Carvalho, que traz alguns amigos de Phedra e personalidades LGBTQ vestindo alguns figurinos que foram usados por ela em muitos de seus trabalhos artísticos.

Confira a programação completa no site: www.satyrianas.com.br

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias