Entretenimento

MAM reúne seleção de gravuras e obras de Alfredo Volpi em novas exposições

Duas exposições distintas, mas de peso, abrem nesta segunda-feira (20) no Museu de Arte Moderna de São Paulo (av. Pedro Álvares Cabral, s/n, parque Ibirapuera, tel.: 5085-1300).

A maior sala do espaço recebe a mostra “30 anos do Clube de Colecionadores de Gravura”, com 173 obras produzidas nesse espaço ao longo das últimas três décadas.

Leia também:
Fotografia entra em foco em três exposições simultâneas em São Paulo
Exposição revela Picasso em obras do acervo pessoal do artista

O Clube funciona como uma espécie de assinatura que estimula o colecionismo: a cada ano, cada um dos sócios recebe cinco obras gráficas criadas especialmente para este fim por artistas consagrados.

Dessa leva já saíram gravuras de nomes como Cildo Meireles, Waltercio Caldas, Ernesto Neto e Tomie Ohtake, que estarão na exposição. O maior destaque, no entanto, fica para a produção dos últimos dez anos, tudo pinçado sob a curadoria de Cauê Alves. A mostra fica em cartaz até 21/8.

Em paralelo, a menor sala do espaço recebe 74 telas e desenhos de Alfredo Volpi (1896-1988) pertencentes à coleção de Ladí Biezus e selecionados a partir da curadoria de Aracy do Amaral.

São obras de pequeno formato realizadas entre os anos 1930 e 1970 e que funcionavam como estudos para trabalhos maiores. Com isso, é possível dissecar melhor o processo artístico do italiano radicado no Brasil. A visitação acontece até 18/12.

O museu fica aberto de terça a domingo, das 10h às 17h30, e o ingresso custa R$ 6 (domingo grátis).

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos