Entretenimento

Fã processa Kanye West e Tidal por compra do novo álbum ‘The Life of Pablo’

Um fã de Kanye West processou o rapper e uma companhia de Jay Z nesta última segunda, 18, alegando que eles enganaram pessoas a assinar o serviço de streaming de músicas Tidal ao informar de forma fraudulenta que seria a única maneira de comprar o álbum «The Life of Pablo», de Kanye.

Em uma ação popular pedida em tribunal federal em San Francisco, Justin Baker-Rhett disse ter assinado um serviço mensal de 9,99 dólares mensais pelo Tidal após Kanye West publicar em seu Twitter que «Pablo» nunca seria vendido em nenhum outro lugar.

Leia mais:
O pior pesadelo de Kanye West se tornou realidade no Festival Coachella
Kim Kardashian e Kanye West são eleitos os mais influentes da internet

Mas o morador da Califórnia disse que a promessa de exclusividade era um esquema para conquistar milhões de assinantes ao Tidal, que sofre com baixos números por conta da concorrência, e que West lançou o álbum um mês e meio depois na Apple Music, Spotify e em seu próprio site.

Baker-Rhett disse que o esquema triplicou o número de assinantes do Tidal para 3 milhões, impulsionou o valor da companhia de 60 para 84 milhões de dólares e ameaça a privacidade dos fãs, ao forçar que entreguem informações pessoais.

«Você não pode enganar pessoas a pagar dinheiro e entregar informações pessoais só porque a companhia está sofrendo», disse o advogado de Baker-Rhett, Jay Edelson, em entrevista por telefone.

A Tidal e Kanye West não responderam imediatamente pedidos de comentários.

A publicação de Kanye, incluída na acusação, disse: «Meu álbum nunca nunca nunca estará na Apple. E nunca será vendido… Você só conseguirá no Tidal».

 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos