Entretenimento

Zayn (ex-Malik) toma nova direção em CD

ANÚNCIO

Há exatamente um ano, o cantor Zayn Malik deixou o One Direction dizendo que queria ser “apenas um garoto normal de 22 anos”. Mas ainda bem que a ideia não perdurou.

ANÚNCIO

Zayn abandonou o sobrenome e é o primeiro membro da finada banda britânica a gravar um CD solo, ‘Mind of mine’, lançado este fim de semana – e o disco é surpreendentemente bom.

Leia mais:
Zayn Malik conta que era proibido de mudar a aparência no One Direction
Harry Styles, do One Direction, pode estar preparando carreira solo

Se você espera algo parecido com o que era feito pela boy band, errou feio.

‘Mind of mine’ aproxima o cantor mais de artistas como Rihanna e Miley Cirus ao propor um CD adulto, não adolescente, guiado por uma batida ousada, cheia de elementos de culturas diferentes do pop, e tudo amarrado por uma voz potente, mas sempre sob a aparente influência de entorpecentes – como se vê em uma das canções de destaque do álbum ‘Drunk’ (“bêbado”, em português).

Faixa a faixa
Com um total de 18 canções – todas elas músicas próprias, uma raridade na indústria pop –, Zayn já mostra ao que veio na introdução, ‘Mind of mine’, cheia de batidas eletrônicas e jogos de voz.

Outros destaques são ‘Wrong’, colaboração com a cantora Kehlani (que vocalmente se assemelha a Demi Lovato) e ‘Intermission: flowers’ – que relembra as origens paquistanesas de Zayn ao apresentar com um canto quase em tom de prece acompanhado de alaúdes.

ANÚNCIO

‘Befour’, ‘She’, ‘Like I Would’ e ‘Lucozade’, todas ótimas para dançar, aproximam o cantor de grupos de pop alternativo como Capital Cities e Years & Years. Ele, claro, não é imune a tropeços – as baladas como ‘Fool for you’ e ‘Blue’ não impressionam e tiram um pouco do ritmo de pista de dança do álbum.

Um pouco One Direction
O álbum é o primeiro disco de estreia da história da música a encabeçar a lista de mais vendidos no iTunes em mais de 70 países. “Vocês são demais, não consigo colocar a cabeça no lugar com essa notícia”, tuitou o músico.

O sucesso, a de se reconhecer, porém, se deve em parte aos laços ainda mantidos do cantor com o One Direction. Talvez em busca de importar esse público, o primeiro single do CD é ‘Pillowtalk’, a canção mais próxima do que era feito pela antiga banda.

O outro single é melhor. ‘It’s you’ foi feita com o produtor Chuck Palmer – e que se destaca pela combinação das batidas com os agudos alcançados por Zayn.

O veredito: não se deve julgar o álbum pela carreira de Zayn até agora. Ele não só tirou o sobrenome. Agora é um artista completamente novo.

 

Veja o clipe do primeiro single «Pillowtalk»:

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias