Entretenimento

Brasileiro é premiado no Festival de HQs de Angoulême

O Festival Internacional de Histórias em Quadrinhos de Angoulême – principal evento da área do mundo – premiou como melhor história policial o livro “Tungstênio”, do carioca Marcello Quintanilha. Ele era o único brasileiro na competição.

Publicado em 2014 pela editora Veneta, o volume é a primeira graphic novel do autor e cria uma espécie de thriller situado em meio a personagens suburbanos da cidade de Salvador.

Leia também:
Exposição no Rio de Janeiro mostra as diversas facetas de Noel Rosa
HQ da Marvel com heroína muçulmana estreia no Brasil

Curiosamente, o anúncio ocorreu na noite de sábado – e em 30 de janeiro se celebra o Dia do Quadrinho Nacional.

Este foi um ano polêmico em Angoulême. A ausência total de mulheres entre os 30 finalistas do Grand Prix fez com que 10 artistas, entre eles Milo Manara e Daniel Clowes, retirassem suas próprias indicações. A medida fez o festival cancelar a lista prévia e indicar apenas três nomes: Alan Moore, Claire Wendling e Hermann, autor da série “Jeremiah”, que se consagrou vencedor mesmo após ter expressado o desejo de declinar a premiação.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos