Colunistas

Planalto acha que sepultará denúncia na quarta

O Planalto está confiante de que haverá quórum, na sessão de quarta-feira (2), e que o plenário da Câmara vai votar e rejeitar a denúncia da Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer. A avaliação, inclusive, é que a oposição cairá na própria armadilha, ao propor votação nominal com transmissão da sessão pela TV: agora, boicotar a sessão deixaria mal os defensores da denúncia da PGR.

ANÚNCIO

Constrangimento

A oposição pressionou pela votação nominal achando que, assim, os deputados ficariam constrangidos de votar favoravelmente a Temer.

Recomendados

Números governistas

As expectativas se alteraram, na Câmara, e ao menos 261 deputados são contrários à denúncia. E tenta conquistar votos entre 79 indecisos.

Números da oposição

A oposição soma 171 votos, metade dos 342 necessários à aprovação da denúncia da PGR, o que abre caminho para afastar Temer do cargo.

Temer em sua praia

Fazer política é a praia de Michel Temer. Ele passa o dia tomando decisões, como presidente, e conversando com parlamentares.

Alugar carros no Senado é mais caro que comprar

O Senado Federal vai pagar R$8,3 milhões pelo aluguel de 83 automóveis Nissan Sentra, destinados a suas excelências, e dois do modelo Hyundai Azera. Mas, caso resolvesse comprar toda essa frota novinha em folha, o Senado gastaria bem menos: R$ 7 milhões. É só fazer as contas: cada Sentra custa R$ 79.900, enquanto se pode comprar cada Azera por R$ 189.900. Somando tudo, R$ 7.011.500.

Lucro espetacular

Considerando os valores de mercado, quem aluga carros ao Senado está lucrando ao menos R$ 1,3 milhão só nesse contrato camarada.

Não é novo

O novo aluguel de carros pelo Senado é só a continuação do contrato esperto dos tempos de Renan Calheiros na presidência da Casa.

Na nossa conta

O custo anual do aluguel dos carros de senadores e autoridades subiu 50% desde 2015. Passou de R$ 2,2 milhões para R$ 3,3 milhões.

Enrolado chateado…

O diretor jurídico do ex-BankBoston, Walcris Rosito, anda chateado, segundo interlocutores. É o único réu do Boston na denúncia da Operação Zelotes que apura compra de sentença favorável no Carf.

…espera solidariedade

Segundo amigos, Walcris Rosito espera alguma solidariedade do presidente do Boston da época, Geraldo Carbone, que, após a venda ao Itaú, virou vice-presidente desse banco no Brasil.

Protesto contra a Camex 

Produtores de etanol nordestinos notificaram
judicialmente a Camex a suspender o imposto zero para importar o produto americano. E protestaram contra o adiamento da decisão por 30 dias: só nesse período o Brasil importará 200.000 metros cúbicos de etanol podre.

BC econômico

Foi modesta a contribuição do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, para a farra de viagens de ministros com jatinhos da FAB. Ele fez apenas quatro das 1.112 viagens de suas excelências, este ano.

Não é saia, é capa

Pré-candidato ao governo em 2018, o ministro Bruno Araújo (Cidades) não perde nem aniversário de boneca, quanto mais congresso de municípios. Diante de 150 prefeitos, ele não soube “vestir” a gola, do maracatu, símbolo da cultura pernambucana. Tratou a peça como saia.

Reserva de mercado

A Camex discutirá apenas em 2020 o fim da reserva de mercado para navios do Brasil e Chile, no comércio entre os dois países. “A decisão não ajuda a competitividade da indústria”, diz Robson Andrade, da CNI.

Revezamento esperto

Servidor não precisa reduzir a jornada e, portanto, o salário, como propõe o PDV do governo federal. São comuns em Brasília jornadas de duas ou três horas para permitir o revezamento de mesas de trabalho. No fim do mês, todos ganham como se tivessem trabalhado o dia todo.

Efeito Bolsonaro

Circula na Câmara projeto para reduzir de 20 para 5 anos a proibição de assumir cargo público do militar condenado por abuso de poder ou violação do dever militar. O autor é o deputado Cabo Sabino (PR-CE).

Pensando bem…

…Lula mudou de ideia e agora quer ir depor em Curitiba porque por videoconferência não tem palanque.

Tags

Últimas Notícias