Colunistas

Gre-Nal é mais grenal na Band

ANÚNCIO

reche-3Faz 31 anos que acompanho o clássico Gre-Nal nos microfones. E sempre tratei de valorizar aquele que considero o maior clássico do futebol brasileiro. Gosto tanto de Gre-Nal que vivo intensamente o jogo antes, durante e depois. Eu e todos os gaúchos que moram aqui ou não. Gre-Nal é a maior neurose da face da Terra. Tem a capacidade de transformar o bom em ruim e o ruim em maravilhoso. Por isso, há sempre que se ter muito cuidado na análise do resultado. O Inter ainda não engoliu os 5 a 0 que levou na Arena, no ano passado, mesmo já tendo vencido o clássico seguinte. O Grêmio não aceita o retrospecto mais recente. Nos últimos 20, venceu apenas quatro. E nos últimos 10, saiu vitorioso em apenas dois, com duas goleadas. E na Bandeirantes, a emoção é ainda maior. Vamos levar a melhor transmissão possível a todos os gremistas e colorados.

ANÚNCIO

Argel x Roger – O comandante do Grêmio tem bom retrospecto em clássicos, tanto como jogador, como na função de técnico seja interino ou efetivo. No primeiro enfrentamento entre eles, deu Argel. O Grêmio tem um time mais pronto. Jogou muito contra a LDU. O Internacional fez boa partida contra o Juventude. Havia um clima de desconfiança sobre ambos, embora o bom retrospecto. Também entre os treinadores há uma disputa paralela.

Alisson x Grohe – Indiretamente, começa neste domingo outra briga particular. Entre amigos. O goleiro do Inter é o atual titular da Seleção Brasileira. O do Grêmio se lesionou na hora em que poderia ganhar sua maior chance, no início das Eliminatórias.  Quem se sair melhor no clássico pode ganhar pontos com Dunga, que acompanhará tudo de perto. Será um Gre-Nal que vale muito e em todos os aspectos.

Gauchões – O Grêmio está louco para destronar o Internacional. Independente de estar jogando Libertadores, tem a história de quem manda em casa. O Inter se vencer o Gauchão será hexa. O Grêmio, se recuperar a hegemonia, reforça a autoestima. Se oGre-Nal terminar empatado,  o Inter segue na Primeira Liga, mas o Grêmio permanecerá na frente no Gauchão e reforçando a ideia de decidir em casa lá na frente. Ninguém vai aceitar o resultado. Será um Gre-Nal mais do que quente. Pelo estadual, o Inter não perde há nove clássicos.

Público – Estou curioso para saber qual será o público de domingo na Arena. Acho que pode bater recorde. Até agora, a maior presença foi em Grêmio e San Lorenzo, em 2013, com 47.244 torcedores. Grêmio e LDU deu menos de 40 mil. Acho que pelo menos dessa marca o clássico passará. Gre-Nal sempre é jogo decisivo para alguma coisa. Às vezes até para mostrar o que não serve.

Prioridade – A prioridade do Grêmio, por óbvio, é a Libertadores. Mas no dia anterior ao enfrentamento com a LDU, o Grêmio mandou ofício para a Federação Gaúcha solicitando um árbitro de fora do Estado para o Gre-Nal. O torcedor até prefere falar em Libertadores, mas se perder para o Internacional vai voltar a desconfiança. Por isso que, muitas vezes, os técnicos escalam reservas para não arriscar o pelego.

Jornalista com 32 anos de experiência em rádio, TV e jornal, Luiz Carlos Reche cobriu sete Copas do Mundo. Além do Metro Jornal, tem comentários na Rádio Bandeirantes FM 94,9 e AM 640, BandNews e Band TV. Na rádio, ainda apresenta o “Esporte Notícia 2a Edição” e o “Apito Final”.

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias