Ciência e Tecnologia

A Netflix muda as regras: por que eles vão parar de revelar seus números de assinantes?

Esta decisão entrará em vigor a partir de 2025

Netflix
Netflix Logo de Netflix

ANÚNCIO

Muitos não conhecem a origem da Netflix e ficarão surpresos ao saber que remonta a 1997, quando foi fundada por Reed Hastings e Marc Randolph na Califórnia, inicialmente começando como um serviço de aluguel de DVDs pelo correio. Dez anos depois, a Netflix evoluiu para adotar o streaming, o que permitiu sua expansão internacional. Atualmente, está presente em mais de 190 países, com milhões de assinantes assistindo conteúdo mês a mês. É por isso que o gigante do streaming está constantemente mudando, adaptando-se aos novos tempos, assim como fez no início.

ANÚNCIO

A esse respeito, recentemente anunciaram que deixarão de informar publicamente sobre o número de assinantes a partir de 2025, uma decisão que chamou imediatamente a atenção de analistas e investidores.

Por que a Netflix deixará de comunicar o seu número de assinantes?

Em primeiro lugar, a decisão da Netflix de ocultar o número de assinantes está inserida em um momento em que a indústria de streaming enfrenta uma competição intensa e um crescimento saturado, especialmente em mercados como os Estados Unidos. Mas isso já tínhamos percebido.

Por isso, essa mudança estratégica é interpretada como uma tentativa da empresa de focar menos no crescimento quantitativo de assinantes e mais na qualidade e diversificação de sua oferta. O problema? A notícia provocou uma queda de 7,3% no valor das ações da Netflix, resultando na maior baixa desde julho para a empresa.

E é que a reação do mercado reflete a preocupação sobre como a empresa planeja manter seu crescimento após a recente implementação de medidas contra o compartilhamento de senhas, estratégia que inicialmente os ajudou a ganhar 9,3 milhões de novos clientes no primeiro trimestre do ano.

Além disso, a Netflix enfrenta desafios em relação às suas projeções de receitas para o segundo trimestre, que ficaram abaixo das expectativas dos analistas. Nesse sentido, apesar de relatar bons resultados nos trimestres recentes, a decisão de ocultar o número de assinantes teria deixado muitos investidores preocupados com a direção futura da empresa, levantando questões sobre sua saúde financeira.

De acordo com a Reuters, é um fato que a empresa continuará compartilhando dados sobre assinantes internamente com os investidores, então essa mudança só será sentida pela mídia e pode levar a que outras plataformas de streaming tomem a mesma decisão.

.
O SAT supervisionará plataformas de streaming e redes sociais As autoridades exigem o registo das suas operações fiscais

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias