Ciência e Tecnologia

Fraudes no Instagram: dicas e conselhos para detectar perfis falsos na rede social do Meta

Os cibercriminosos usam qualquer plataforma para encontrar vítimas, o Instagram é uma das mais usadas nos últimos meses

Instagram. Composición Alberto Sandoval/Pixabay

As fraudes na Internet estão a cada clique que damos. Quando menos esperamos, estamos entrando em um site que poderia estar roubando nossos dados sem que percebamos. É por isso que devemos estar atentos a onde clicamos para não sermos vítimas de cibercrime. O Instagram, uma das redes sociais mais populares do mundo, tornou-se um lugar onde o hackeamento e o phishing se tornaram frequentes. Vamos então mencionar algumas dicas e conselhos para reconhecer quando estamos diante de um cibercriminoso.

Os hackers que usam o Instagram agem sob perfis falsos. Eles costumam usar pseudônimos de artistas famosos ou familiares próximos, pois estudam suas vítimas e criam contas semelhantes a familiares, amigos e pessoas próximas.

Este método é conhecido como phishing. Geralmente entram em contato por mensagens diretas e compartilham um link que, ao clicar, você está compartilhando informações sensíveis de sua privacidade. Como saber se um perfil é falso? Como perceber se estamos sendo vítimas de um possível hackeamento? O modus operandi desses criminosos possui certos elementos que todos podemos identificar.

Uma análise do Infobae apresenta algumas ferramentas que detectam atividades suspeitas em uma conta do Instagram. Elas se chamam FakeCheck e HypeAuditor e servem para estudar a autenticidade de um usuário. No entanto, você também pode identificar quando uma conta é falsa.

Instagram: evita estafas de esta res social con estos tips

Como saber se um perfil do Instagram é falso?

  • Tudo está no perfil. As fotos, nome (usuário) e descrição já nos dão uma ideia de sua veracidade. Existem contas que se passam por sites oficiais de empresas reconhecidas e utilizam seus logotipos. Ver a quantidade de seguidores é primordial, se são instituições e não têm a conta verificada, já é um alerta.
  • Interação. Se o anterior não lhe pareceu suspeito e está tudo bem, vamos para os comentários. Outras vítimas costumam ir para estas seções do Instagram para denunciar o que lhes aconteceu. Sabemos que os cibercriminosos costumam apagá-los e uma boa técnica para ver se fizeram isso é que quando entramos na publicação nos mostra um número de comentários e quando clicamos não há nenhum. Fique atento se vir este comportamento.
  • Compartilham links com você. As contas de empresas ou comércios não oferecem descontos e os repassam para seus clientes por mensagens diretas. Se receberem esse tipo de mensagem, é muito provável que seja uma fraude.
  • Número de seguidores. Comparar o número de pessoas que seguem esta conta e o número de pessoas que a conta segue também é um bom método. Os golpistas costumam não seguir ninguém porque isso os expõe.
Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos