Foco

Filho é preso suspeito de matar pai a facadas para defender mãe em Minas Gerais

Segundo o boletim de ocorrência, policial militar reformado estava embriagado e agrediu a esposa; jovem tentou impedir agressão

Um rapaz de 29 anos foi preso suspeito de matar o pai a facadas para defender a mãe na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, na noite do último domingo (3).

Segundo o boletim de ocorrência, o policial militar reformado Júlio César de Abreu, de 56 anos, chegou em casa embriagado após passar o dia no clube e começou a xingar a mulher, Olga Máximo de Abreu, de 50 anos. Em seguida, ele a agrediu com um cabo de vassoura e sacou uma faca da cintura com o intuito de feri-la.

LEIA TAMBÉM:

  1. Operações do Pix à noite terão limite de R$ 1 mil a partir de hoje
  2. Ofensas e crimes contra a honra nas redes sociais: polícia indica o que fazer caso você se torne vítima
  3. Queda de ônibus em ribanceira deixa 8 mortos e 44 feridos no interior de MG

Foi quando o filho do casal, Felipe Máximo Abreu, tentou impedir o pai. Os dois entraram em luta corporal, e o jovem conseguiu pegar a faca, acertando a vítima duas vezes – no tórax e no pescoço.

A família chamou a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. Júlio foi levado a um hospital da capital mineira, mas não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Civil informou que, por se tratar de legítima defesa, o filho do policial foi liberado.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos