Brasil

Mulher de Eduardo Cunha diz que ele autorizava compras de luxo

Eduardo Cunha e sua mulher, Cláudia Cruz | Zanone Fraissat/Folhapress

A mulher do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, diz, em depoimento à Força-Tarefa do Ministério Público Federal, que os gastos da família fora do Brasil eram autorizados pelo marido. Segundo Cláudia Cruz, as compras de luxo eram bancadas pelo parlamentar.

Ela e a filha do peemedebista, Danielle Dytz da Cunha, são investigadas na Operação Lava Jato e prestaram depoimento em Curitiba no dia 28 de abril.

As duas informaram em interrogatório que não sabiam da origem do dinheiro e que acreditavam que a renda do deputado afastado vinha da atuação dele no mercado empresarial.

De acordo com as investigações, os gastos com compras de luxo da jornalista Cláudia Cruz e Danielle Dytz somam mais de US$ 80 mil entre os anos de 2012 e 2015.

De acordo com denúncia da Operação Lava Jato, as despesas foram pagas com parte de dinheiro de propina. Como Cláudia e Danielle não têm foro privilegiado, as investigações estão sendo feitas pela Força-Tarefa em Curitiba.

Em apenas uma estadia em Paris, Cláudia Cruz gastou US$ 17 mil em três dias e a filha do deputado gastou pouco mais de US$ 14 mil em viagens para Barcelona.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos