Entretenimento

MasterChef Brasil: Vou dar trabalho na competição, diz o caçula Helton

Um dos participantes mais jovens da história do MasterChef Brasil, Helton Oliveira quer provar que talento não tem idade e se tornar uma inspiração para todos os jovens do país. Para conquistar o tão sonhado avental do programa, o estudante passou por duas provas que exigiram muita habilidade e preparo.

Leia mais:
MasterChef Brasil: Descascando abacaxi, baiana Ecatherine conquista um avental na estreia
MasterChef Brasil: Como foram as batalhas da estreia e quem são os primeiros participantes

«Chegar lá e filetar um peixe inteiro é provar que a gente tem talento e que a gente também tem força de vontade. Provar que, apesar da pouca idade, isso não determina se você é bom ou não», afirmou o cozinheiro amador em entrevista ao Portal da Band.

«Assustei um pouco porque, sempre que eu compro o peixe, eu compro ele filetado. O que mais assustou foi a hora da cabeça. Porque tirar a cabeça é fácil. Como os chefs pediram a carcaça perfeita, se eu tirasse, eu acho que eu seria eliminado. Então dei uma de ninja lá, fui seguindo a faca e fiz como aprendi em um livro», disse ainda.

Após a prova técnica, o jovem cozinheiro de 19 anos se sentiu mais confiante. «Eu tinha certeza de que ia entrar porque o meu prato era incrível (confira a receita aqui). Depois que ganhei o avental, eu pensei: ‘Vou dar trabalho nessa competição, agora o jogo começou'», completou.

Segundo Helton, a paixão pela cozinha foi descoberta aos 16 anos. «Minha mãe queria me mandar para os Estados Unidos para fazer uns testes como ator em Nova York, mas eu não queria ir. Parei um tempo para pensar, vi que eu sempre cozinhei e que era a minha paixão aquilo», explicou.

«Desde então, eu me preparei para estar aqui. Comecei a acompanhar o programa e disse: ‘Um dia vou entrar lá e vou realizar meu sonho’. Fiquei dois anos e meio estudando para chegar aqui e vencer», continuou o jovem, que gosta de assistir a vídeos de receitas na internet, mas não dispensa os bons livros.

«Minha estratégia é focar em mim, fazer um jogo limpo, bacana, porque se você fica na tua no programa, você vai longe. A gente está aqui para cozinhar. Nos bastidores, a gente pode até conversar, mas a gente tem que jogar confiante em nós mesmos», finalizou.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos