Social

Os cinco feitos espetaculares da clonagem animal

Um olhar sobre os feitos surpreendentes da engenharia genética além da clonagem de Dolly

Desde o famoso nascimento da ovelha Dolly, em 1996, a clonagem animal tem sido objeto de fascinação e debate em todo o mundo. No entanto, a clonagem vai muito além das ovelhas. Vamos explorar cinco casos surpreendentes de animais clonados com sucesso, revelando o incrível universo da engenharia genética.

Gatos

No final de 2001, cientistas da Universidade Texas A&M deram um passo revolucionário na clonagem de animais de estimação. Eles criaram uma gata geneticamente idêntica a um felino chamado Rainbow, utilizando células retiradas do mesmo.

O processo envolveu eletrocutar algumas das células retiradas, cultivá-las e transferi-las para uma mãe felina substituta. O resultado foi CC, que viveu 18 anos e teve vários filhotes.

Lobo Cinzento

Em 2005, pesquisadores da Universidade Nacional de Seul, na Coreia do Sul, clonaram o lobo cinzento coreano, uma espécie ameaçada de extinção. Usando células da orelha de uma loba cinzenta, eles implantaram embriões em cadelas, resultando nos lobos Snuwolf e Snuwolffy.

Um ano e meio depois, o grupo de cientistas conseguiu criar mais seis lobos cinzentos, demonstrando o potencial da clonagem na conservação de espécies em perigo.

Cavalos

Em 2003, na Itália, nasceu Prometea, o primeiro cavalo clonado do mundo. Utilizando células da pele de um cavalo árabe macho e de uma égua Haflinger, os pesquisadores superaram desafios significativos para produzir Prometea. Isso abriu caminho para a clonagem de cavalos de raças raras e campeões equinos.

Íbex-dos-pirenéus

Em 2009, cientistas espanhóis, franceses e belgas clonaram o bucardo, ou íbex-dos-pirenéus, a partir de células preservadas de um espécime capturado em 1999. Apesar de sua vida curta devido a defeitos pulmonares, esse experimento mostrou o potencial da clonagem na preservação de espécies extintas.

Cães

A clonagem de cães teve avanços notáveis desde 2005, quando cientistas sul-coreanos criaram Snuppy, o primeiro cachorro clonado. Ele sobreviveu entre 1.095 embriões inseridos em mães substitutas e teve nove filhotes.

Em 2017, quatro cachorros foram reclonados a partir de Snuppy. Infelizmente, um deles morreu pouco após o nascimento devido a complicações de saúde.

Esses casos de clonagem animal ilustram o incrível potencial da engenharia genética e sua aplicação na conservação de espécies e na produção de animais com características desejadas. A clonagem vai além da ovelha Dolly, mostrando um futuro promissor para a ciência e a preservação da diversidade animal, conclui o Mega Curioso.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos