Social

O motivo torpe pelo qual um homem assassinou sua esposa em um hotel; eram casados há 30 anos

Ele tentou fugir do local, mas acabou capturado por oficiais

O motivo torpe pelo qual um homem assassinou sua esposa em um hotel

Casilda, nome pelo qual se identificou uma mulher, foi assassinada pelo esposo, Martín Vargas, de 59 anos, em um hotel na Cidade do México, com golpes de chave de fenda. O crime aconteceu uma vez que o sujeito se revoltou após a companheira chamá-lo por outro nome.

Segundo informações levantadas, hóspedes e funcionários do hotel Suido ouviram os gritos de desespero e pedido de ajuda de Casilda que estava no quarto 119.

Diante de tal situação, os colaboradores do local de hospedagem tocaram insistentemente a porta do quarto até que Vargas resolveu abrir e todos se depararam com a trágica cena da mulher que já estava sem vida.

O corpo estava embaixo de um lençol manchado de sangue e com reiterados golpes. E, embora o serviço de emergência tenha sido acionado, ao chegar ao local, apenas confirmaram a morte de Casilda.

Leia também estas notícias:

Casal estava junto há 30 anos

Depois que matou a esposa com quem era casado há 30 anos, crime que ocorreu pela confusão de nomes, Martín tentou fugir do hotel, mas acabou capturado posteriormente.

“Depois de entrevistar o sujeito, ele disse que a mulher era sua parceira sentimental, com quem brigou quando ela o chamou pelo nome de outra pessoa, e depois disso a atacou com uma chave de fenda”, afirmou a Secretaria de Segurança Cidadã (SSC) da Cidade do México, em comunicado.

Por sua vez, a SSC ressaltou que o sujeito de 59 anos já possui histórico penal e que, desta vez, ele foi encaminhado para um centro de detenção enfrentando agora a acusação de homicídio qualificado.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos