Social

Vídeo mostra encontro cara a cara com anaconda debaixo d’água

Ela foi ao encontro sem medo!

Os rios na região de Bonito, no Mato Grosso do Sul, são muito procurados por quem quer avistar a famosa anaconda, cobra conhecida como sucuri no Brasil e que ocupa o lugar de maior serpente do país.

Daniel de Granville, que é fotógrafo, biólogo e guia de expedições de passeios nesta região trouxe mais um registro impressionante no qual ficou cara a cara com uma anaconda.

Ele capturava imagens do animam dentro e um rio de agua cristalina quando foi filmado. A cobra se aproxima bastante e parece estar curiosa com o movimento em seu habitat.

“Celebrando os 10 anos desta expedição incrível”, escreveu ele no Instagram.

Daniel convive há anos anos com as sucuris e acumula cliques que fazem sucesso, muitos deles feitos quando ele guia fotógrafos que desejam clicar ter contato com a fauna do Pantanal.

Este ano, ele divulgou imagens surpreendentes de quando uma sucuri de 7 metros se desenrolou completamente diante das suas lentes: “Sucuri sem fim - uma gigante graciosa”, legendou na ocasião.

Em entrevista ao jornal Midiamax, ele que Bonito é especial para avistar as sucuris devido as águas cristalinas. Lembrando que na Amazônia também existem grandes sucuris, mas os rios dão de águas naturalmente mais escuras e turvas, o que atrapalha a visibilidade.

Ele também contou que a proximidade com as cobras são feitas de forma segura para que o animal não se sinta ameaçado e fuja ou tente atacar. Inclusive, ele nunca presenciou nenhum tipo de acidente com as imponentes anacondas.

Com todo o cuidado, ele também já chegou a gravar um momento muito delicado; o acasalamento das sucuris!

É importante recordar que a copulação deste animal é um ritual de disputa acirrada. Durante reprodução, os machos são atraídos pelas fêmeas por um feromônio e é possível ver grupos (de 2 a 12) enrolados em uma única fêmea, esperando a chance de conseguir acasalar.

Um vídeo gravado em Ituverava (SP) se tornou viral ao mostrar a perseguição dos machos que seguiam uma sucuri fêmea com seis ou sete metros de comprimento aproximadamente.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos